Review: Com três câmeras, Galaxy A7 2018 tira retratos e fotos à la GoPro

Smartphone da Samsung tem autonomia de bateria para um dia de uso, conector de fones de ouvido e tela de 6 polegadas; leia análise

São Paulo – O smartphone Samsung Galaxy A7 2018 se posiciona como o integrante de maior escalão em sua linha de produto, logo abaixo do Galaxy S9 e acima de qualquer Galaxy J. O aparelho chega com uma novidade importante para fotos: três câmeras na parte traseira. Uma delas tem uma lente grande angular, o que permite ao usuário tirar fotos parecidas com as de uma câmera GoPro. O celular não chega a substituir essa pequena câmera, devido à sua vocação para filmagem e fotografia de esportes radicais, mas oferece uma boa opção para viajantes que costumam fotografar paisagens ou até mesmo tirar selfies que capturem a área ao redor. O preço sugerido do smartphone, que usa sistema Android 8.0 Oreo, é de 2.199 reais (64 GB) ou de 2.499 reais (128 GB). Leia o review a seguir.

O visual do Galaxy A7 2018 se destaca pela sua cor azul, uma das opções em que ele é vendido. As câmeras traseiras são alinhadas verticalmente, como a maioria dos celulares com mais de uma câmera lançados neste ano, e o flash fica logo abaixo delas, fora do conjunto preto. Há um alto-falante na parte inferior do produto e outro, claro, onde ouvimos os telefonemas, na parte superior frontal. Quem se preocupa com o sumiço dos conectores P2 pode ficar tranquilo com esse produto, o conector fica na parte inferior do aparelho.

Galaxy A7 Review

 (Lucas Agrela/Site EXAME)

Algo incomum, considerando os smartphones lançados neste ano, é o conector de energia/dados microUSB. Todos os dispositivos premium da Samsung já usam o USB Type-C e até alguns da gama intermediária-avançada. Isso não chega a ser um defeito, mas apenas uma comodidade a menos para o consumidor. Por outro lado, se você não tem o hábito de transferir dados para o computador–quando a diferença dos conectores é efetivamente sentida, em razão da maior velocidade do USB Type-C–, você talvez nem se importe com esse detalhe.

Câmeras

As câmeras traseiras do Galaxy A7 2018 são de 5, 8 e 24 megapixels. O que todas elas fazem? Por que um smartphone precisa de três câmeras? Essas são perguntas que o consumidor pode se fazer ao se deparar com o aparelho. Todas as câmeras têm suas respectivas funções. Começando pela que é diferente, a grande angular é a de 8 megapixels. Ela registra uma área ampla. Ao alterar entre as câmeras, o usuário pode ver, nitidamente, a diferença do que será ou não enquadrado. Nesse modo, não é possível usar o flash. Portanto, é recomendável usá-lo apenas em ambientes iluminados com luz natural ou com forte luz artificial.

Galaxy A7 Review

 (Lucas Agrela/Site EXAME)

A câmera de 24 megapixels é a que pode ser chamada de “normal”. Ela é a que você deve usar para fotos em ambientes mal iluminados. Não tem nada a ver com a maior quantidade de megapixels, mas com a abertura. Ela tem f/1.7, enquanto a outra tem f/2.4. Ao contrário do que pode parecer, nesse caso, quanto menor a abertura, maior a captação de luz. Quando ela é grande, detalhes de paisagens ou cenas muito iluminadas ficam com aspecto melhor, por isso a diferença entre elas.

Mas e a terceira? A câmera de 5 megapixels funciona como uma auxiliar para a de 24 megapixels. Você não pode usá-la sozinha, apenas em conjunto. Ela é a responsável por gerar o desfoque do fundo de um retrato, ou seja, ela, junto com otimização de software da Samsung, gera a simulação do efeito bokeh, normalmente visto em câmeras DSLR com lentes de mais de mil reais, como a 50 mm. Esse modo de foto é chamado pela marca de Foco Dinâmico. Ele é similar ao Modo Retrato que existe tanto no iPhone Xs quanto no Google Pixel 3.

A qualidade das imagens registradas com o Galaxy A7 2018 é boa, especialmente quando fotografamos paisagens ou prédios com a câmera que tem captura ampla. Esse é um smartphone voltado para quem tira muitas fotos no dia a dia e em viagens. As três câmeras o tornam uma opção versátil. Se você tem uma GoPro e comprar esse celular, provavelmente passará a usar menos a sua câmera portátil.

Por fim, o Galaxy A7 2018 tem uma quarta câmera: a frontal. Com 24 megapixels, ela também é capaz de aplicar o desfoque do fundo. A diferença é que o resultado não é tão bom quanto o do Foco Dinâmico. O recurso, feito com uma combinação de hardware e software, é chamado Foco da Selfie e está presente em diversos modelos topo de linha da Samsung nos últimos anos.

Veja algumas fotos feitas com o Galaxy A7 2018 (confira mais neste link no Google Fotos)

Galaxy A7 Camera Review

 (Lucas Agrela/Site EXAME)

Galaxy A7 Camera Review

 (Lucas Agrela/Site EXAME)

Galaxy A7 Camera Review

 (Lucas Agrela/Site EXAME)

Galaxy A7 Camera Review

 (Lucas Agrela/Site EXAME)

Configuração

O Galaxy A7 2018 tem um conjunto de especificações técnicas que deve agradar os usuários exigentes. A tela do produto tem 6 polegadas e aproveita bem a área frontal para evitar que ele se torne muito grande e difícil de manusear. A resolução da tela é um pouco maior do que o padrão Full HD, são 1080 por 2220. Isso acontece porque sua proporção é de 18,5:9, e não 16:9, como nas TVs ou nos celulares mais antigos.

O processador que dá o poder de fogo do A7 é o Exynos 7885 octa-core, que é da própria Samsung. A versão que testamos é a que tem memória RAM de 4 GB e 64 GB de espaço na memória, por pouco mais de 52 GB livres para uso.

Nos testes de benchmarks, aplicativos que avaliam a performance dos produtos com simulações de rotinas de uso, o Galaxy A7 Se mostrou melhor do que o Galaxy A8, mas perdeu para os rivais Zenfone 5 e Moto Z3 Play (ainda que tenha vencido o gadget da Motorola no AnTuTu).

Benchmarks Zenfone 5 Moto Z3 Play Galaxy A8 Galaxy A7 2018
AnTuTu 140440 111284 114882 120620
Geekbench 4 5469 4773 4012 4255

Bateria

A bateria do Galaxy A7 tem 3.300 mAh, o que se mostrou o suficiente para dar energia para um dia todo de uso. No teste de EXAME de simulação de uso intenso, o aparelho conseguiu nove horas e vinte minutos de tela ligada, reproduzindo vídeos com brilho de tela no máximo. O tempo está dentro da média dos melhores smartphones nesse quesito.

Vale a pena?

O Galaxy A7 2018 é um smartphone para quem deseja versatilidade para fotos. Esse é um diferencial que ainda se mostrou sem igual no mercado. Nenhum rival do mercado atual tem três câmeras traseiras. O LG G7 tem uma câmera com maior amplitude, mas ela ainda não chega a ser como a do A7. Com um bom conjunto de hardware e duração de bateria para o dia todo de uso moderado, o smartphone pode ser uma ótima opção de compra. Talvez você até aposente a sua GoPro.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. With the increase in competition and product supply within these industries, along with tax incentives
    and possible government subsidies for these clean energy resources, cleaner smarter energy are usually
    in reach of numerous progressed the following several
    years. Creative financing option is set up that really help homeowners adopt their particular solar energy systems.
    This makes the introduction of alternative fuels a predictable necessity
    in the foreseeable future.