Assistir a Netflix é mais ecologicamente correto do que respirar, diz… a Netflix

Segundo a empresa, assistir ao serviço de streaming agride menos o ambiente do que ler ou comer

O Netflix publicou um post no blog oficial do serviço de streaming para dizer que é verde, a ponto de ser melhor para a natureza passar o final de semana assistindo Demolidor do que comer um hamburger ou ler um livro. Ou, até mesmo, respirar.

A empresa afirma que sua infraestrutra gerou menos emissão de carbono para cada hora de streaming em 2014 do que a média de CO2 que um ser humano emite a cada hora que respira. “Ficar sentado enquanto assiste Netflix provavelmente economiza mais CO2 do que o Netflix queima”, diz o post.

“Um espectador que desliga sua TV para ler livros consumiria cerca de 24 livros por ano, gerando uma pegada ecológica de 65 kg, quase 200 vezes mais do que os servidores do Netflix”, afirma a empresa.

Assim como outras gigantescas empresas de internet, que utilizam data centers gigantescos com imenso gasto energético, o impacto ambiental causado pelo Netflix é constantemente criticado por pesquisadores e ambientalistas.

O post fornece mais detalhes sobre a quantidade de energia que o Netflix usa para funcionar, contabilizando desde o armazenamento dos arquivos nos servidores da Amazon Web Services até eles chegarem na tela do espectador. 

O problema é que o Netflix considera apenas a energia necessária para entregar esse conteúdo, e não produzi-lo. Quando um usuário passa dias assistindo House of Cards, a infraestrutura da Amazon Web Service, os servidores do Netflix, ISPs, o roteador, laptop ou televisão consumem energia elétrica. Bastante energia elétrica.

A empresa diz que o consumo por seu papel nesse processo, considerando seus data centers e servidores, é minúsculo. Segundo o relatório, sua pegada de carbono por consumidor representa cerca de 0,007% do impacto gerado por cada americano no ano passado.

“Nos focamos na eficiência”, escreve a empresa no post, “garantindo que a tecnologia que construímos e seu uso é o mais eficaz possível”. O Netflix afirma que busca usar fontes renováveis onde isso é possível, e onde não é, a empresa compra créditos de carbono para reduzir os danos causados.

Fonte: Netflix