Relógio inteligente Cash ajuda a economizar dinheiro

O relógio inteligente Cash vigia as finanças. Ele ajuda a economizar dinheiro enviando alertas ao usuário quando os gastos estiverem muito altos

São Paulo – Com a avalanche de relógios inteligentes no mercado, aparece de tudo. Um modelo que ainda está em prá-lançamento tem um foco muito específico: ajudar o usuário a não estourar o limite financeiro.

Ele se chama Cash (dinheiro, em inglês). Ele é desenvolvido em parceria com Nicole Lapin, jornalista que escreve para a imprensa americana e tem um programa de finanças na CNN.

O foco do relógio é em jovens mulheres entre 18 e 34 anos, mas isso não exclui que homens também usem o Cash. Ele não tem funcionalidades tradicionais de relógios inteligentes, como checar e-mails ou ver a timeline do Twitter.

Ele trabalha em parceria com aplicativos para smartphones e funciona com Windows ou Mac. Com o sistema, será possível estabelecer um limite de gastos por mês.

A cada compra ou pagamento, o usuário do Cash deve, manualmente, anotar quanto gastou. Os gastos podem ser registrados em categorias como alimentação ou transporte.

Quando as compras estão perto de atingir o teto estabelecido, o usuário passa a receber avisos. As mensagens são bem humoradas. “Isso aí! Quem é o nosso ricaço?”, é um dos exemplos.

O sistema do relógio pode ser editado a partir de um site também. Lá também estarão disponíveis artigos dando dicas financeiras para os usuários.

O relógio terá tela de 1,54 polegadas e virá com diversas opções de pulseiras. Ele será autônomo e não precisará estar pareado a um smartphone para funcionar.

A ideia é bacana, mas a tarefa poderia ser feita com um app em qualquer outro relógio inteligente. Uma pessoa não usaria dois relógios inteligentes, um apenas para marcar os gastos durante o dia. No final das contas, ele perde bastante em funcionalidades.

O Cash custará 139 dólares nos Estados Unidos. Não existe previsão de lançamento (nem preço) para o Brasil.