Reino Unido possui base secreta de escuta, revela jornal

Londres - O Reino Unido possui uma base de espionagem secreta no Oriente Médio, na qual intercepta emails, ligações telefônicas e troca de dados pela internet para...

Londres – O Reino Unido possui uma base de espionagem secreta no Oriente Médio, na qual intercepta emails, ligações telefônicas e troca de dados pela internet para agências de inteligência ocidentais, informou nesta sexta-feira o jornal “The Independent”.

De acordo com a fonte, essa informação faz parte do material divulgado pelo ex-técnico da CIA Edward Snowden, asilado temporariamente na Rússia após ter sido a fonte da publicação em massa da espionagem realizada pelo governo dos Estados Unidos.

A informação confidencial coletada nesta base provem de cabos de fibra óptica submarinos da região, que, depois de processada, é enviada ao centro de escutas britânico GCHQ em Cheltenham, onde acaba sendo compartilhada com a Agência de Segurança Nacional (NSA) dos EUA, segundo o jornal.

Aparentemente, o governo britânico considera esse centro de espionagem um elemento fundamental na luta contra o terrorismo, já que, segundo o jornal britânico, ele representa um sistema vital de “advertência” em caso de potenciais atentados pelo mundo.

Segundo o “The Independent”, o temor que essa base pudesse ser revelada foi um dos motivos pelos quais supostamente o governo de David Cameron pediu ao jornal “The Guardian” que destruísse o material com informações confidenciais que tinham recebido do americano Edward Snowden.

Além disso, essa operação faria parte de um sistema de espionagem e vigilância mais amplo do GCHQ, intitulado “Tempora”, o qual supervisiona comunicações de todo o mundo.

O “The Independent” não menciona o lugar exato do centro, mas ressaltou os dados sobre esse projeto fazem parte dos 50 mil documentos da GCHQ que Snowden copiou durante o ano de 2012.