Rede social Formspring deixará de existir

Em anúncio em seu blog, a empresa diz não conseguir recursos para se manter funcionando

São Paulo – A rede social de perguntas e respostas Formspring anunciou que vai deixar de existir. Em post no blog da empresa, Ade Olonoh, fundador e CEO do site, disse que “com muita tristeza” o site sairá do ar.

No comunicado oficial, Olonoh diz que as perguntas e respostas poderão ser feitas até o dia 31 de março. Até o dia 15 de abril, os usuários poderão exportar seus conteúdos da rede. Após esta data, os perfis serão excluídos e o site sairá do ar permanentemente.

Segundo ele, apesar de atingir uma grande audiência – a rede tem mais de 30 milhões de usuários -, o site não é um negócio rentável. “Tem sido um desafio conseguir os recursos necessários para manter as luzes acesas”, diz.

A rede foi lançada em 2009 e consiste em um mural de perguntas e respostas sobre qualquer assunto. De acordo com o site especializado em tecnologia TechCrunch, havia rumores nos últimos meses que indicavam que a empresa havia feito cortes e poderia ser vendida.

Segundo o Business Insider, a startup já havia recebido mais de 14 milhões de dólares em investimento e a dificuldade em conseguir novos investidores teria sido crucial para fim das atividades.