Reclamação de usuários de telefonia móvel cai 7,4%

Rio de Janeiro -  O volume de reclamações de usuários feitas à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) sobre os serviços de telefonia móvel caiu 7,4% em junho...

Rio de Janeiro –  O volume de reclamações de usuários feitas à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) sobre os serviços de telefonia móvel caiu 7,4% em junho na comparação com maio, segundo o sindicato das operadoras, o Sinditelebrasil.

De acordo com os dados mais recentes do call center da Anatel, o volume total de reclamações caiu de 447 queixas em cada grupo de 1 milhão de clientes em maio, para 414 queixas em junho, informou o sindicato.

Os itens que tiveram maior queda nas reclamações foram os de cancelamento de serviços e habilitação. As queixas referentes a cancelamento caíram de 24 para 20 em cada grupo de 1 milhão de clientes, entre maio e junho. Já as reclamações sobre habilitação recuaram de 22 para 19 em cada grupo de 1 milhão de clientes, no mesmo período.

Também diminuiu o número de queixas relativas a cartão pré-pago (queda de 13%), planos de serviços (queda de 12%), reparo (queda de 9%), bloqueio (queda de 9%), cobrança (queda de 7%), atendimento (queda de 5%) e serviços adicionais (queda de 5%).

O setor de telefonia móvel tinha em junho 265,7 milhões de acessos, volume que em julho chegou a 267 milhões, informou o Sinditelebrasil.