RapidShare irá acabar no final de março

Baseado na Suíça, o serviço foi ao ar em 2002 e, no seu auge, tinha centenas de milhões de visitantes únicos por mês

São Paulo – O RapidShare, um dos primeiros serviços de compartilhamento de arquivos na internet, irá acabar em 31 de março, quando todas as contas e dados armazenados na página serão excluídos.

Baseado na Suíça, o serviço foi ao ar em 2002 e, no seu auge, tinha centenas de milhões de visitantes únicos por mês.

O RapidShare atingiu seu ápice no começo de 2012, após a queda do Megaupload, a ponto de precisar estabelecer limites para velocidade de downloads para conseguir lidar com a demanda de usuários.

Para tentar se manter dentro da lei e não ter o mesmo destino do Megaupload, o RapidShare tentou se estabelecer como um serviço de armazenagem na nuvem e reforçou sua proteção contra pirataria.

Além disso, aumentou os preços para hospedagem de arquivos: os valores começavam a partir de 50 euros mensais.

A estratégia não funcionou. No começo de 2014, a empresa demitiu 75% de seus funcionários e agora está encerrando suas atividades.