QuintoAndar traz função à la Uber para avaliação de corretores

Os usuários do aplicativo de locação de imóveis poderão dar notas que variam de uma a cinco estrelas

São Paulo – O QuintoAndar, startup para busca de imóveis na web, trouxe uma função para seu app que já é bem conhecida pelos usuários da Uber. Agora, o cliente poderá avaliar anonimamente o serviço do corretor após uma visita a um imóvel.

Como no sistema de avaliação da Uber, as notas serão dentro de uma escala de um a cinco. Também será possível entrar em detalhes e comentar aspectos como a pontualidade do corretor, o conhecimento sobre o imóvel e a cordialidade. Outra possibilidade será dizer se o espaço se revelou condizente com as fotos anunciadas no site.

A ideia do recurso não é nova. “A avaliação dos corretores é algo que queríamos colocar desde que criamos a startup”, falou a EXAME.com André Penha, cofundador do QuintoAndar.

Atualmente, o QuintoAndar tem 80 corretores cadastrados. O objetivo é chegar a 100 profissionais até o final deste ano e a 200 até o final de 2017.

“Existe uma fila de quase duas mil pessoas querendo trabalhar com o QuintoAndar só em São Paulo. Precisamos de um mecanismo de pré-seleção e a avaliação do usuário nos ajuda nessa questão”, explica Penha.

Para um corretor fazer parte do time do QuintoAndar, ele precisa passar por uma série de passos. O primeiro é enviar um texto e um vídeo de YouTube explicando por que quer trabalhar com a startup. Os selecionados para a segunda fase fazem uma entrevista presencial. A única exigência é que a pessoa seja credenciada como corretor pelo Conselho Regional de Imóveis do estado em que trabalha.

O cofundador afirma que, mesmo antes de o sistema de avaliação existir, a manutenção desses corretores já era importante para a startup. “Os corretores que recebiam reclamações graves eram imediatamente cortados. O legal da nota é que ela dá mais credibilidade para o corte e dá mais critério para que o profissional continue com a gente.”

Média de notas

O QuintoAndar ainda não especificou qual será a média de nota necessária para que um corretor seja desligado do app. “Iremos rodar o sistema durante um mês para termos um bom volume de dados para impor uma nota”, explica Penha. Segundo ele, os corretores que tiverem notas abaixo das esperadas terão cerca de duas semanas para se recuperar antes de serem demitidos.

Para Penha, a avaliação não é boa apenas para o usuário, mas também para o corretor. “Nós premiamos os corretores mais eficientes. Não basta apenas fechar mais contratos, mas também deixar os clientes mais felizes. Dessa maneira, o corretor também cresce.”

Outra finalidade do serviço de avaliação é a construção de uma extensa base de dados. De acordo com o cofundador, a startup pretende utilizar machine learning para cruzar informações entre usuários e corretores. “Com o tempo, teremos tantos dados que poderemos dizer que o corretor que teve uma nota boa em determinado quesito poderá atender melhor um inquilino com um determinado perfil.”

O outro lado da moeda

A avaliação contrária, em que o corretor avalia o inquilino, ainda não está disponível. Porém, de acordo com Penha, a startup pensa em adicionar o recurso em um futuro próximo. “A ideia faz muito sentido, pois sempre queremos ter mais dados para conseguir cruzar informações e dar o melhor serviço para os usuários.”

O modelo de avaliação está disponível somente no app e não no site.. “Nós queremos diminuir o tempo que o cliente demora para alugar um apartamento e, para isso, precisamos que as pessoas recebam as notificações no dispositivos móveis”, explica o cofundador.

“Quando começamos, levava em média 45 dias para fechar um contrato. Até outubro de 2015, conseguimos diminuir esse número para quatro dias. Nosso recorde é uma hora e meia e essa é a nossa meta.”

O QuintoAndar atende três cidades: São Paulo, São Caetano do Sul e Campinas. Segundo Penha, a empresa tem planos de expansão para novos bairros em São Paulo e outras cidades paulistas, como Osasco, Guarulhos, Santo André, São Bernardo e Barueri.

No futuro, a empresa pretende chegar a outros estados brasileiros. “Nós estamos evoluindo rapidamente e queremos estar no máximo de lugares possível”, finaliza Penha.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Nicolas Barreto

    hahaha quinto andar se achando a bola da vez, tem 2 mil imoveis anunciados e fica nessa frescura de seleção de corretores, qualquer imobiliaria de bairro em sp tem 3 a 4 mil imoveis pra locar e sem essa frescura