Projeto de Elon Musk para solucionar o trânsito começa a tomar vida

Primeiro túnel da The Boring Company começa a funcionar no dia 10 de dezembro

São Paulo — O primeiro túnel construído pela The Boring Company, empresa do bilionário Elon Musk, começará a funcionar no próximo dia 10 de dezembro. Quem garantiu foi o próprio Musk, em posts no Twitter. O projeto foi iniciado ainda em 2017, e a ideia do fundador da Tesla é usar soluções como essa para resolver os problemas de congestionamento e trânsito nas grandes cidades. O túnel de pouco mais de 3 Km sob Los Angeles (EUA) servirá de pista para uma espécie de “skate” gigante — parte de um sistema de transporte chamado Loop.

Após a cerimônia de inauguração da obra, marcada para a noite do dia 10, o sistema será aberto ao público para viagens gratuitas durante todo o dia seguinte. A expectativa é de que o transporte-conceito, que chega a 155 milhas por hora (quase 250 Km/h) seja capaz de carregar pessoas, ciclistas e até mesmo carros particulares no trajeto que vai da sede da SpaceX (outra empresa de Musk) até a 120th Street.

É importante ressaltar, no entanto, que o Loop não é igual ao conceito de Hyperloop, também idealizado por Musk. O sistema que começará a funcionar em breve é mais simples, feito para viagens curtas, e não envolve túneis a vácuo e nem cápsulas hermeticamente fechadas. Ainda assim, é uma solução que promete ser mais rápida do que o metrô.

Após o dia de testes, a expectativa é de que as passagens para o Loop passem a custar 1 dólar, conforme prometido por Musk em junho deste ano.

Ainda há projetos de três túneis, segundo o site da The Boring Company. Um deles deverá ficar em Los Angeles mesmo, ligando o estádio do Dodgers, time local de beisebol, enquanto um outro ficará em Chicago e um terceiro na costa leste dos EUA. Nenhum deles, no entanto, tem previsão para começar a funcionar.