Principal operadora britânica cancela uso de equipamentos Huawei

Medida tomada na rede 5G alinha Reino Unido à sugestão de boicote à empresa pelos Estados Unidos

São Paulo – A British Telecom, principal operadora de telefonia do Reino Unido, anunciou ontem que não comprará equipamentos da chinesa Huawei para implantar sua rede 5G, além de substituir os roteadores e antenas da marca que estejam operando na rede 4G do país. A razão principal pode ser a preocupação da operadora com um possível uso da tecnologia para espionagem.

A substituição dos equipamentos deverá ocorrer ao longo dos próximos dois anos. O anúncio, que se soma ao escândalo da prisão da diretora financeira e filha do fundador da empresa, coloca a Huawei em uma posição delicada no mercado. Segundo a CNN, um porta-voz da British Telecom disse que a decisão foi tomada para alinhar seu negócio de telefonia móvel, e que políticas de longa data da empresa excluem a Huawei de suas principais redes.

Desde 2012, a Huawei lidera o fornecimento mundial de equipamentos para redes e telecomunicações. O porta-voz da operadora não quis comentar se a decisão é fruto de preocupações com a segurança, limitando-se a dizer que a Huawei ainda será mantida como “importante fornecedora de equipamentos fora da rede principal” e que seus produtos serão usados em áreas consideradas “benignas”, como torres de telecomunicação.

Sugestão americana

No início da semana, Alex Younger, chefe do Serviço Secreto de Inteligência, disse à BBC que o Reino Unido terá que “decidir até que ponto vamos nos sentir confortáveis ​​com a propriedade chinesa dessas tecnologias e dessas plataformas”. O alerta de Younger integra um movimento recente dos países aliados dos Estados Unidos, seguindo suas indicações de boicote aos serviços de tecnologia chineses devido a possíveis falhas de segurança e serviços de espionagem do governo.

Em comunicado, a Huawei disse que “entende e apoia” a decisão da operadora britânica. “A Huawei trabalha com a BT há quase 15 anos[…]. Desde o início desta parceria, a BT operou um princípio de diferentes fornecedores para diferentes camadas de rede”.A empresa afirmou que seguirá trabalhando com a operadora em outras vias.