Primeiro voo comercial em foguetes pode estar mais perto de acontecer

Fundador da “Virgin Galactic” disse que a empresa fará o lançamento de teste em algumas semanas

São Paulo – A corrida acirrada para garantir o primeiro voo da história a bordo de um foguete comercial ganha mais um capítulo. Richard Branson, fundador da empresa Virgin Galactic afirmou em entrevista dada hoje à CNBC que o primeiro lançamento está próximo e que não levará muito tempo para que as pessoas possam comprar voos comerciais para fora do planeta.

“Estaremos no espaço dentro de semanas, não de meses. E depois estaremos no espaço comigo mesmo dentro de meses, e não anos”, afirmou Branson, atualizando suas próprias previsões dadas anteriormente sobre os planos da empresa.

O britânico, que é conhecido por superestimar os prazos dos lançamentos de seu projeto, mantêm uma rivalidade com Jeff Bezos, fundador da Amazon e do projeto espacial Blue Origin, na corrida para dominar o mercado promissor dos voos espaciais.

Questionado sobre a demanda dos consumidores no setor, Branson definiu: “Acho que o mercado para pessoas que gostariam de se tornar astronautas e ir para o espaço é gigantesco, e cabe a nós produzir quantas naves espaciais pudermos para atender essa demanda “.

Atualmente, uma reserva para o projeto Virgin Galactic custa em torno de US$ 250.000 (cerca de R$ 930.000, em conversão direta).