Poluição cancela voos e fecha estradas na China

Visibilidade era baixa, apesar de ter melhorado nos últimos dias

Várias cidades da China, especialmente no leste e no norte do país, tiveram que cancelar neste domingo voos em seus aeroportos e fechar algumas estradas devido à baixa visibilidade causada pela poluição, apesar de a situação ter melhorado ligeiramente em relação aos últimos dias.

Segundo a agência estatal de notícias “Xinhua”, a nuvem de poluição obrigou o fechamento de quase todas as estradas da província de Jiangsu, no leste e vizinha a Xangai, na manhã de hoje, onde a visibilidade na capital provincial, Nanquim, não chegava a 50 metros.

A cidade litorânea de Qingdao, mais ao norte, teve que cancelar mais de 50 voos em seu aeroporto, assim como as atividades de seu porto, obrigando 70 navios a suspender suas operações.

Também houve fechamentos parciais de estradas em Pequim, onde no entanto os fortes ventos que atingiram a cidade dissiparam o nevoeiro.

O centro meteorológico nacional aumentou o nível de alerta pela baixa visibilidade para laranja (segundo em gravidade).

Nos últimos dias, Xangai foi uma das cidades mais afetadas pela poluição, até o ponto de limitar obras e proibir atividades escolares ao ar livre.

O Ministério do Meio Ambiente atribui a forte contaminação do ar ao tráfego e ao maior uso de carvão nas calefações, com o aumento do frio.

Os meteorologistas preveem que a situação melhorará no leste da China amanhã, e que no norte do país os ventos já reduziram neste domingo os níveis de poluição.