Polícia investiga e-mails invadidos da família Bush

"Um inquérito policial está em andamento, não posso revelar mais nada", disse McGrath, porta-voz de George Bush "pai"

Washington – Um inquérito policial foi aberto nos Estados Unidos depois de revelações de um site especializado em vazamento de informações de que as contas de e-mail da família Bush teriam sido alvo de hackers, indicou o porta-voz da família, Jim McGrath.

“Um inquérito policial está em andamento, não posso revelar mais nada”, disse McGrath, porta-voz de George Bush “pai”, de 88 anos, presidente dos Estados Unidos de 1989 a 1993.

O site The Smoking Gun, que publica documentos, boletins de ocorrência e informações confidenciais, revelou que hackers teriam acessado diversas contas de e-mail da família Bush. Os piratas publicaram na internet fotos pessoais e correspondências privadas de membros da família, entre eles os dois ex-presidentes.

O artigo do site diz que as fotografias e e-mails em questão foram interceptados e postados na web a partir de uma conta pirata criada para receber tais documentos.


Os hackers teriam tido acesso a fotos que George W. Bush “filho”, presidente dos Estados Unidos de 2001 a 2009, teria enviado a sua irmã, mostrando pinturas nas quais ele trabalhava no momento, incluindo autorretratos que mostram o antigo presidente de costas no banho, ou com os pés na banheira.

Outra foto mostra George Bush pai no hospital, onde ficou internado recentemente por várias semanas por conta de uma bronquite. A foto aparentemente foi feita por sua filha Dorothy.

O site diz ainda que entre o material hackeado encontram-se também listas confidenciais de endereço postal, de números de telefone e de mensagens entre os membros da família — entre os dois ex-presidentes, ou entre os irmãos e irmãs, por exemplo.

Segundo o The Smoking gun, um total de seis contas de e-mail teriam sito pirateadas, incluindo as de Dorothy Bush Koch e do comentarista esportivo da rede de televisão CBS Jim Nantz, amigo de longa data da família.