Polaroid lança câmera com sistema Android por R$ 1.699

Máquina tira fotografias com 14MP e chega ao Brasil ainda neste ano

A Polaroid lançou na última terça-feira (26) a câmera Socialmatic, que tem sistema operacional Android. O anúncio foi feito em uma coletiva de imprensa durante a PhotoImage, a maior feira de fotografia e imagem da América Latina, que acontece em São Paulo até amanhã. O produto chega ao mercado brasileiro por 1.699 reais e estará disponível no varejo a partir de outubro deste ano.

A máquina tem duas câmeras e funciona, de certa forma, como um smartphone. A câmera principal tira fotos com resolução de 14MP enquanto a secundária, localizada na parte de trás do produto, tem resolução de 2MP. Esta é a primeira câmera com sistema Android da fabricante, que tem 75 anos de história no ramo de fotografia.

É possível utilizar a Socialmatic para compartilhar imagens em redes sociais como Facebook, Instagram ou Twitter, bem como em quaisquer aplicativos da Google Play que tenham suporte para imagens. Todas as fotos tiradas com o aparelho são impressas pela própria câmera em 2 x 3, com tecnologia Zink Paper, e se revelam em poucos instantes.

A Socialmatic conta com recursos de conectividade semelhantes aos dos smartphones, como GPS, Bluetooth e Wi-Fi. Isso permite, respectivamente, inserir geolocalização às fotografias, trocar arquivos com dispositivos móveis e conectar-se à internet. Há 4GB de armazenamento interno, entrada para cartão microSD, tela LCD sensível ao toque de 4,5 polegadas e uma versão modificada do sistema Android. A grande alteração feita pela Polaroid está no app de câmera, que conta com filtros que podem ser adicionados às fotografias, assim como no Instagram.

“A Polaroid criou o conceito de rede social, permitindo às pessoas capturar, imprimir e compartilhar instantaneamente momentos da vida de forma nunca antes possível”, declarou Scott W. Hardy, presidente e CEO da Polaroid.

Cada unidade da Socialmatic tem um QR Code único, um link em formato de imagem, que também fica registrado nas fotografias tiradas por essa câmera. Isso ajuda a identificação do fotógrafo, bem como serve como um recurso de proteção em caso de roubos.

“Esta é uma forma de mesclar o mundo analógico com o digital, o produto pode imprimir instantaneamente, mas também guardar os arquivos na memória digital”, afirmou Ari Zlotoff, diretor de desenvolvimento global da Polaroid, em entrevista a INFO.

Câmera de Ação – A Polaroid lançou também no PhotoImage 2014 a câmera de ação chamada de Cube,  que será vendida no Brasil por 669 reais.  O aparelho é pequeno, tendo apenas 3,5 cm², e seu design lembra o de um dado. Por contar com lente fisheye, sua angulação de filmagem é de 124º e a resolução das imagens é Full HD ou HD a 30fps. As fotografias são registradas com 6MP e a fabricante informa que a autonomia de bateria do produto é de 90 minutos de gravação — há suporte para cartão microSD de até 32GB. O produto é resistente a respingos, mas pode ser megulhada com uma caixa estanque vendida separadamente.

“O preço está abaixo da média de mercado, além do produto ser fácil e divertido de ser usado. Vemos cada vez mais as pessoas tirando fotografias e compartilhando os momentos mais emocionantes de suas vidas”, afirmou Zlotoff Para efeito de comparação, a GoPro Hero 3 Black é vendida por mais de 1 mil reais nas redes de varejo.

“Vemos globalmente que a demanda por formas diferentes de capturar e compartilhar imagens aumentou, especialmente, no segmento de produtos de baixo custo. “

A câmera Cube estará disponível no mercado brasileiro a partir de outubro nas cores preta, azul e vermelha.

Vale lembrar que a Polaroid chegou a pedir concordata em 2008, em parte, devido ao sucesso das câmeras digitais. A empresa voltou ao mercado em 2010 em parceria com a Summit Global Group of Companies.