Perfil do Instagram mostra a vida de jovens ricos de Teerã

A conta 'richkidsoftehran', criada em setembro, conseguiu reunir cerca de 90.000 seguidores.

Uma página do Instagram em homenagem à juventude dourada de Teerã provocou uma onda de indignação no Irã, e levou vários internautas a criarem outra página, que mostra a pobreza em que vivem alguns habitantes da capital.

A conta “richkidsoftehran“, criada em setembro, conseguiu reunir cerca de 90.000 seguidores.

Sua galeria de fotos mostra muitos carros de luxo, relógios de marca, casas de alto padrão do norte da cidade, fotos de festas onde o álcool, apesar de estar proibido no Irã, corre livremente e onde as jovens não usam véu.

A lei islâmica, em vigor no país desde a revolução de 1979, obriga as mulheres a usar roupas simples e largas no espaço público e o hijab, um véu que cobre o cabelo e o pescoço.

O jornal popular Haft-e-Sobh evoca nesta quinta-feira “uma classe de jovens que, graças a sua fortuna, fazem festas, têm seu próprio estilo de vida, e em quem o sistema iraniano não pode tocar”.

O jornal Taadol, próximo ao atual presidente, o moderado Hassan Rohani, denuncia “uma classe de novos ricos que cresceu como cogumelos” nos últimos oito anos de governo de Mahmud Ahmadinejad (2005-2013).

Um grupo de internautas decidiu lançar uma página rival, “poorkidsoftehran“, que parodia a outra página. Em vez das chaves de um Porsche, mostram, por exemplo, as chaves de um Saipa Pride, um dos carros mais baratos do mercado.