Patente da Microsoft sugere nova maneira de falar com assistentes de voz

Comunicação por sussurros pode tornar menos estranho o uso de dispositivos em público

São Paulo – Enquanto o ato de falar com relógios inteligentes e outros dispositivos em público não se torna algo amplo, a estranheza gerada ainda faz com que alguns usuários evitem pedir informações a seus assistentes usando a voz. Pensando nisso, a Microsoft aparentemente está desenvolvendo uma tecnologia para tornar possível a comunicação por sussurros.

Um pedido de patente feito recentemente pela empresa registra o que ela chama de “entrada de voz silenciosa”. A tecnologia é um pouco estranha e não parece muito confortável à primeira vista: para falar com os dispositivos, o usuário deverá inalar o ar enquanto sussurra os comandos, em vez do processo natural de soltar a respiração durante a fala. Segundo o documento, a medida visa evitar distorções de compreensão pelos dispositivos.

Solução para situações embaraçosas

A Microsoft justifica a necessidade da tecnologia com algumas razões, como não querer incomodar as pessoas próximas ou não querer que outras pessoas ouçam informações pessoais. “Embora o desempenho da entrada de voz tenha sido bastante aprimorado, ela ainda é raramente usada em espaços públicos, como escritórios ou mesmo residências”, diz o registro da patente. “Essas não são questões técnicas, mas questões sociais. Portanto, não há uma solução fácil, mesmo que o desempenho do sistema de reconhecimento de voz seja bastante aprimorado”.

A empresa afirma que a entrada de voz silenciosa pode ser incorporada em uma variedade de dispositivos, incluindo smartphones, smartwatches, controles remotos, fones de ouvido e até anéis. Por se tratar de um pedido de patente, não está claro se a Microsoft irá mesmo lançar a tecnologia algum dia, mas já temos uma cena interessante de imaginar.