Panasonic desiste de plano de expansão em energia solar, diz fonte

Empresa pretendia transformar uma fábrica japonesa de painel de TVs de plasma em uma unidade de produção de painéis solares

Tóquio – A Panasonic desistirá do plano de transformar uma fábrica japonesa de painel de TVs de plasma em uma unidade de produção de painéis solares, em meio à grande concorrência e às exportações menos competitivas diante do iene forte, disse uma fonte que tem conhecimento direto no assunto.

A fabricante japonesa considerou enviar para uma fábrica em Xangai (China) o equipamento que utiliza na produção de painéis para televisores de plasma, mas desistiu do plano e vai parar de fabricar o produto na unidade japonesa.

Assim como a concorrente Sony, a Panasonic enfrenta prejuízos na divisão de televisores.

Na quinta-feira, uma fonte disse à Reuters que a Panasonic reduzirá a produção de painéis de TV de plasma e cortará milhares de empregos, em meio às perdas apuradas pela unidade de televisores e à concorrência de outras companhias asiáticas, como a Samsung Electronics.