País tem quase 270 milhões de linhas de celulares

Somente no mês passado, houve um acréscimo de 1,66 milhão de linhas em relação a setembro

Brasília – O Brasil encerrou o mês de outubro com 269,92 milhões de linhas ativas na telefonia móvel, de acordo com balanço divulgado nesta terça-feira, 19, pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). No mês passado, houve um acréscimo de 1,66 milhão de linhas em relação a setembro.

Do total, segundo a Anatel, fatia de 212,1 milhões (78,58%) era de acessos pré-pagos e 57,82 milhões (21,42%), pós-pagos. Já a banda larga móvel totalizou 92,64 milhões de acessos, dos quais 730,57 mil eram terminais 4G. A teledensidade atingiu a marca de 136,03 acessos por cem habitantes.

A Vivo é a líder em acessos móveis, com 77,3 milhões e 28,67% de participação. Em seguida, está a TIM, com 73,1 milhões e 27,11%. Em terceiro lugar ficou a Claro, com 67,9 milhões e 25,16%. A Oi ocupou a quarta posição, com 50,1 milhões de acessos móveis e 18,56% do mercado.

Por tecnologia, o acesso GSM está presente em 169 milhões de acessos móveis e tem participação de 62,65%; seguido por WCDMA, com 84,8 milhões e 31,44%. Em seguida, aparecem terminais de dados M2M (máquinas de cartões de crédito e débito), com 8,1 milhões e 3,03%; terminais de dados banda larga, com 7 milhões e 2,61%; LTE, com 730,5 mil e 0,27%; e CDMA, com 20,8 mil e 0,01%.