Os 10 gadgets mais legais revelados no Mobile World Congress

Confira os produtos mais interessantes do maior evento de mobilidade do mundo

São Paulo –  Os melhores celulares do momento são tradicionalmente apresentados no  evento de tecnologia Mobile World Congress, realizado em Barcelona nesta semana. LG, Sony, Huawei e até mesmo a Nokia revelaram seus novos produtos. A Samsung não mostrou nenhum smartphone, mas, sim, um tablet topo de linha. Confira a seguir os detalhes sobre os 10 gadgets mais interessantes do evento.

LG G6

lg-g6-smartphone

 (/)

A LG manteve a tradição e aproveitou o Mobile World Congress para apresentar seu smartphone mais sofisticado. Chamado G6, ele chega para bater de frente com o vindouro Samsung Galaxy S8. A fabricante deixou de lado a iniciativa modular, com acessórios personalizados, do antecessor LG G5.

O aparelho agora tem uma tela única com proporção 18:9, 5,7 polegadas e resolução QHD+ (1.400 por 2.880 pixels). O gadget também tem suporte para o HDR em reprodução de vídeos, tanto no padrão HDR10 quanto no HDR Dolby Vision, que oferecem melhor visualização de brilho e contraste nas cenas de filmes e séries.

lg-g6-smartphone

Além dos benefícios para ver vídeos com o máximo possível de resolução (vídeos filmados em 16:9 são convertidos para o formato incomum do aparelho), esse display também permite que o usuário veja dois aplicativos rodando ao mesmo tempo em quadrados perfeitos.

O smartphone tem sensor de impressões digitais, processador Qualcomm Snapdragon 821 quad-core, 4 GB de memória RAM, 32 ou 64 GB de armazenamento interno, suporte a cartão microSD e sistema Android Nougat. O aparelho continua a ter duas câmeras de 13 megapixels na parte traseira, para permitir melhores imagens de retratos ou paisagens sem precisar recorrer ao zoom digital, bem como uma câmera frontal de 5 megapixels.

O LG G6 também conta com proteção contra água e poeira, segundo a certificação IP68, e tem o assistente virtual do Google.

O smartphone deve chegar ao Brasil ainda o primeiro semestre deste ano.

Samsung Galaxy Tab 3

tablet-samsung-galaxy-tab-s3

 (/)

A Samsung não apresentou o Galaxy S8 na Mobile World Congress, mas levou ao evento um produto à altura: seu novo tablet topo de linha. O gadget tem corpo revestido de vidro, como a marca faz com seus smartphones principais há alguns anos. A tela é de 9,7 polegadas e tem suporte para a exibição de conteúdos em HDR (mas somente no aplicativo de transmissão online da Amazon). A resolução do display é de 2048 por 1536, um padrão pouco comum na indústria chamado QXGA.

Para a reprodução de mídia se tornar uma experiência mais imersiva, a Samsung colocou quatro alto-falantes no tablet. O Tab S3 tem qualidade de som certificada pela AKG, empresa que faz parte do grupo Harman – que pertence à Samsung. A bateria deve aguentar uma maratona de séries: a fabricante promete 12 horas de execução contínua de vídeos.

O tablet vem acompanhado da caneta S-Pen, que promete oferecer a experiência de escrita parecida com a de uma caneta comum, mas em um ambiente digital.

Por dentro, o gadget tem processador quad-core Qualcomm Snapdragon 820, 4 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento (com suporte à expansão por cartão microSD). Apesar de ser um tablet, o Tab S3 tem câmeras de 13 megapixels (principal) e 5 megapixels (frontal).

Ainda não há previsão de chegada do produto ao mercado brasileiro.

Nokia com Android puro

O Nokia 6, anunciado no começo do ano, apareceu na Mobile World Congress ao lado de mais dois companheiros, chamados Nokia 5 e Nokia 3, respectivamente inferiores. Os aparelhos contam com sistema Android livre de mudanças pesadas feitas por fabricantes de hardware, como Asus, LG, Samsung, entre outras.

nokia-6-nokia-5-nokia-3

 (/)

Com tela Full HD de 5,5 polegadas, o Nokia 6 tem por dentro um processador intermediário, o Snapdragon 430, acompanhado de 3 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento. Há também uma versão superior, com 4 GB de RAM e 64 GB de espaço chamada Arte Black. As câmeras são de 16 e 8 megapixels.

O Nokia 5 tem o mesmo processador, mas menos RAM e memória: são 2 GB e 16 GB, respectivamente. Já o Nokia 3 tem também 2 GB de RAM, mas o processador muda. Em vez de um Snapdragon 430, ele vem com um MediaTek 6737 quad-core.

Nokia 3310: o retorno

Nova versão do celular Nokia 3310

 (Nokia/Divulgação)

O Nokia 3310, símbolo popular de celular inquebrável e com bateria duradoura, voltou em uma nova roupagem. O aparelho é quase tão básico quanto o lançado 17 anos atrás. Ele tem tela de 2,4 polegadas e um teclado físico, daqueles você precisa apertar teclas três ou quatro vezes para encontrar a letra desejada.

Não se anime se quiser usar o WhatsApp nesse celular, não dá para usar o app de mensagens nele. Porém, você pode acessar Facebook e Twitter, além de poder ouvir músicas em MP3 e rádio FM.

Em modo de espera, a bateria aguenta incríveis 30 dias. Claro, para isso, você precisaria esquecer o celular em alguma gaveta. Em uso, a bateria deve durar 22 horas.

Xperia XZ Premium

Xperia XZ Premium XZ Premium: a câmera do aparelho também tem um recurso bem similar ao Live Photos do iPhone

XZ Premium: a câmera do aparelho também tem um recurso bem similar ao Live Photos do iPhone (Sony/Divulgação)

No Mobile World Congress, a Sony apresentou um smartphone cheio de recursos. Chamado Xperia XZ Premium, ele tem tela 4K com HDR, é resistente à água e poeira (IP68) e consegue gravar vídeos em câmera lenta com 960 quadros por segundo. Para efeito de comparação, o iPhone 7 Plus pode filmar em câmera lenta a 240 fps.

O processador do produto é o Snapdragon 835, da Qualcomm, há 4 GB de RAM e 64 GB de espaço interno. As câmeras têm 19 megapixels (principal) e 13 megapixels (frontal).

A data para a chegada do Xperia XZ Premium no Brasil e o seu preço ainda não foram divulgados pela marca. Confira mais detalhes sobre o smartphone nesta matéria.

Huawei P10+

huawei-p10

 (/)

A Huawei também levou ao MWC o seu celular mais interessante do momento. Ele é chamado P10+ e tem como diferencial sua câmera, que promete concorrente com o iPhone 7 Plus. O gadget tem câmera dupla e usa uma combinação de recursos de hardware e software para gerar retratos que tenham o fundo desfocado automaticamente, criando o efeito chamado depth of field (profundidade de campo).

O produto tem em sua câmera principal um chip com 12 megapixels que captura cores de maneira convencional e outro, de 20 megapixels, que capta apenas imagens monocromáticas. Com isso, a Huawei promete retratos ao estilo dos feitos com câmeras Leica. O The Verge tem um comparativo de fotos feitas do P10+ e o iPhone 7 Plus que vale a pena ser visto.

Fora isso, o smartphone tem 6 GB de memória RAM, tela Quad HD de 5,5 polegadas e armazenamento de até 256 GB.  

Ricoh

ricoh-360-camera

 (/)

A fabricante japonesa Ricoh aproveitou o evento de tecnologia para apresentar a sua nova câmera que filma e transmite imagens em 360 graus com resolução 2K, a 30 quadros por segundo.

Por enquanto, o produto ainda é um protótipo para desenvolvedores. Seu preço, nessa etapa de pré-venda, é de 499 dólares (em conversão direta, 1.535 reais). 

Xperia Touch

xperia-touch

 (/)

Além de celulares, a Sony apresentou também um curioso projetor. Chamado Xperia Touch, ele pode colocar um sistema Android em qualquer superfície plana. Você pode interagir com o software graças à detecção dos movimentos dos seus dedos por uma combinação de infravermelho e uma câmera de 60 fps.

O aparelho ainda é um conceito, mas pode indicar um futuro livre de teclados ou mesmo monitores físicos.