Os 10 carros que mais apresentam defeitos no Brasil, segundo app

Aplicativo do criador do Waze funciona em conjunto com sensor Bluetooth e é usado para detectar problemas nas peças de carros

São Paulo — Usado para verificar o estado de peças e componentes internos de carros, o app Engie divulgou nesta semana sua primeira lista de modelos usados que mais apresentam defeitos no Brasil. O ranking foi feito com base em dados coletados entre os meses de setembro de 2017 e de 2018 e tem o Chevrolet Spin e o Volkswagen Jetta como líderes.

Essas informações foram colhidas a partir de um sensor Bluetooth, que precisa ser instalado nos carros e é também fabricado pela startup. É o equipamento que transmite os dados para o app, que apenas os exibe na tela de smartphones Android ou iPhones.

A classificação leva em conta apenas automóveis em que o sensor e o app da empresa, que foi fundada pelo criador do Waze, estão instalados. Foram avaliados também apenas carros com 4 a 8 anos de uso — ou seja, não há veículos novos e seminovos listados. Confira o ranking completo e os defeitos mais comuns de cada modelo.

1. Chevrolet Spin (59% dos veículos conectados tiveram defeitos)
Falha mais comum: catalisador com insuficiência na queima de gases

2. Volkswagen Jetta (51%)
Falha mais comum: problema no filtro do sistema de evaporação de combustível

3. Renault Duster (41%)
Falha mais comum: problema em um ou mais cilindros do motor

4. Chevrolet Agile (41%)
Falha mais comum: catalisador com insuficiência na queima de gases

5. Volkswagen Saveiro (40%)
Falha mais comum: catalisador com insuficiência na queima de gases

6. Chevrolet Cobalt (37%)
Falha mais comum: catalisador com insuficiência na queima de gases

7. Nissan Sentra (36%)
Falha mais comum: problema em um ou mais cilindros do motor

8. Peugeot 207 (35%)
Falha mais comum: problema no sensor do TBI (corpo de borboleta)

9. Citröen C4 (34%)
Falha mais comum: câmbio

10. Mitsubishi Pajero (34%)
Falha mais comum: eixo de comando do motor