O francês que dita moda na internet brasileira

Olivier Grinda, que trouxe sites de clube de compras e compras coletivas para o Brasil, importa agora o modelo de venda de sapatos por assinatura

São Paulo – Olivier Grinda é francês e está no Brasil há pouco mais de três anos. Neste curto espaço de tempo, se firmou como um dos personagens mais ativos na história recente do comércio eletrônico brasileiro: é cofundador do BrandsClub, outlet virtual, e do consagrado ClickOn, site de compras coletivas.

No próximo mês, Olivier traz mais um modelo de negócio virtual para o país. É o clube de compras de sapatos Shoes4You, inspirado no site ShoeDazzle, fundado em 2009 e sucesso nos Estados Unidos. A ideia por trás do projeto é criar uma marca de sapatos, com produtos personalizados de acordo com o gosto pessoal da mulher. “Não estamos criando e-commerce, mas sim e-fashion, uma marca virtual”, explica. Bem recebido por investidores internacionais, o site recebeu aportes de empresas de capital de risco como Accel Partners, a mesma que investe no Facebook e Groupon, e a Redpoint Ventures, que tem em seu portfólio Netflix e Viajanet.

Para participar, basta que a mulher entre no site e preencha um formulário com dados e informações pessoais. A partir daí, cria-se um showroom personalizado, com opções de sapatos, de acordo com as preferências de cada cliente. A mensalidade de 140,00 reais pode ser usada, e paga, quando a mulher bem entender. O valor é  trocando por um produto ou fica como crédito para a próxima compra.

Olivier conversou com EXAME.com sobre as oportunidades de inovar no Brasil, que vive um momento de recursos abundantes e ideias promissoras.

EXAME.com – Como você decidiu montar uma marca virtual de sapatos?

Olivier – Quando cheguei ao meu apartamento atual, havia armários embutidos que julguei maiores que a quantidade de itens que eu tinha para guardar. Pelo menos foi o que eu pensei até minha namorada se mudar e afirmar que os armários eram, na realidade, pequenos demais para todos os seus sapatos. Custei para acreditar, consultei amigos na mesma situação e percebi que essa é uma realidade em todas as casas.

A oportunidade ecenômica também pesou. Quatro anos atrás, o segmento da moda ocupava o 20º lugar na internet e hoje já é o sexto. A demanda vai continuar a crescer.

EXAME.com – Por que você acredita que essa ideia vai pegar?

Olivier – Nosso objetivo é reproduzir na internet a experiência de compra oferecida pelas lojas físicas. Afinal, as brasileiras trabalham cada vez mais e, agora, vão ter ao alcance do computador uma loja de sapatos dedicada ao seu gosto e preferências pessoais. Além disso, estamos falando de modelos que estarão na ponta da moda fora do país. Vamos seguir as tendências do que as mulheres querem: sapatos confortáveis e sexy – tudo isso entregue na porta da sua casa e pelo preço de 140 reais ao mês.


EXAME.com – Como você se inspira para ter novas ideias de negócios?

Olivier – É preciso ter o olho atento para o que existe de demanda no mercado. Cito como exemplo o BrandsClub. Quando cheguei ao país percebi que roupas de marca estavam muito caras, mesmo assim as pessoas queriam adquirir. Pensei: uma loja que oferecesse bons descontos em grandes marcas seria um sucesso. E a expectativa se confirmou. Procuro aliar modelos de negócio que sei executar e que tenho experiência ao que o mercado apresenta como demanda.

O Showes4You entra nessa categoria. As brasileiras amam a moda, amam tendências de celebridades internacionais e o modelo que vamos inaugurar com a Shoes4You se adequa muito bem a postura “fashion” das mulheres. Além disso, não tem como não mencionar a demanda por preços menores. “Descontinho” foi a primeira palavra que aprendi no Brasil.

EXAME.com – E como vê o mercado de inovação no país?

Olivier – A internet está bombando! E este é um momento muito especial para os empresários que querem entrar no negócio. Os grandes investidores já passaram por uma bolha, há seis anos, e estão muito mais experientes e atentos ao que está acontecendo no mundo online. Existe a intenção de permitir que as novidades virtuais nos Estados Unidos, por exemplo, desembarquem por aqui.

Sempre é o momento de criar algo novo, especialmente num país que cresce no ritmo do Brasil. Os empreendedores estão com força, o mundo está mais seguro para novos negócios. Considero que estamos no momento ideal colocar em prática aplicar ideias inovadoras.

EXAME.com – Quais os grandes nomes da inovação no Brasil hoje?

Olivier – O Peixe Urbano e o ClickOn são exemplos de empresas que estão brigando de igual par igual com negócios estrangeiros. São marcas brasileiras, de capital nacional e que estão se destacando em um mercado gigantesco, que é o de compras coletivas. Outra que sempre me impressiona e que respeito muito é o Buscapé, que já tem dez anos de internet e continua a investir em novas ideias, novas pessoas e novos negócios. Devem ser admirados pela inventividade.