O Facebook virou o rei dos smartphones?

Entre os apps mais baixados em todas os sistemas para smartphones, o Facebook domina. Apps da empresa são os mais presentes em aparelhos no Brasil

São Paulo – O Facebook está se tornando o rei entre apps para smartphones. A empresa tem investido na criação de aplicativos com diversas finalidades. A resposta dos usuários tem sido positiva, na maioria dos casos.

Além do app da própria rede social, o Facebook tem também Instagram (para fotos e vídeos), WhatsApp (para troca de mensagens) e o recém lançado Boomerang (para criação de vídeos curtos).

As lojas de aplicativos para smartphones mostram que o trabalho tem sido bem feito por parte da empresa de Mark Zuckerberg. É claro que a empresa também dá suas mancadas, com apps que não vingaram. Entre eles estão o Slingshot e o Riff–você provavelmente nem se lembrava mais que estes apps existem.

Entre aqueles que deram certo, no entanto, a vitória é tremenda. Veja na tabela abaixo os cinco apps mais baixadas para cada sistema operacional de smartphones no Brasil.

Android iPhone Windows Phone
WhatsApp (Facebook) Boomerang (Facebook) OneDrive (Microsoft)
Messenger (Facebook) MagicPlan (Sensopia) WhatsApp (Facebook)
Facebook Nengo Flow (Escapemusic) Messenger (Facebook)
Palco MP3 (Studio Sol) WhatsApp (Facebook) Facebook
Instagram (Facebook) Messenger (Facebook) Subway Surfers (Kilco)

Mesmo fora do top cinco, a empresa ainda marca presença. No iPhone, por exemplo, o app Facebook vem em sexto e o Instagram é o oitavo.

Além do alto número de downloads, apps sociais são muito usados pelos brasileiros. De acordo com uma pesquisa realizada pela Mobile Time em parceria com a Opinion Box, essa categoria é a mais presente na tela principal dos smartphones no Brasil.

O levantamento foi divulgado em maio deste ano. De acordo com a pesquisa, os quatro primeiros mais presentes são todos do Facebook. Eles são: WhatsApp (em 83,2% dos smartphones), Facebook (72,3%), Instagram (39,1%) e Messenger (33,7%).

Os números são extremamente positivos para a empresa. Atualmente, companhias de comunicação e de tecnologia brigam pelo tempo que os usuários passam utilizando seus apps em um smartphone.

Além da alta taxa de downloads e de presença, o Facebook é dono de grande parte desse tempo. Uma pesquisa realizada pela comScore nos Estados Unidos mostra que metade do tempo gasto em smartphones é em apenas um app: o Facebook.

Nesse caso, vale a antiga máxima: tempo é dinheiro. Neste caso, o tempo é do usuário e o dinheiro vai para o Facebook.