Novos celulares da Huawei não terão aplicativos do Facebook pré-instalados

Além do próprio aplicativo da rede social, a medida afeta o Instagram, o WhatsApp e Messenger

São Paulo – A Huawei continua a sua saga de problemas com empresas dos Estados Unidos. Nesta sexta-feira (7), a gigante chinesa sofreu mais um revés nos negócios. Segundo a agência de notícias Reuters, o Facebook não vai mais permitir a pré-instalação de seus aplicativos nos aparelhos da marca. Com a medida, além da rede social, os próximos celulares da fabricante com sede em Shenzhen não contarão com os apps do Instagram, do Facebook Messenger e do WhatsApp já pré-instalados.

É importante frisar que isso não significa um boicote total do Facebook à Huawei. Os clientes da empresa chinesa ainda poderão usar e atualizar os aplicativos da fornecidos pela companhia de Mark Zuckerberg em seus aparelhos. A diferença é que, nos aparelhos que ainda não saíram de fábrica, será preciso fazer o download dos apps pela Play Store.

A pré-instalação de aplicativos em smartphones é algo comum no mercado – e uma técnica usada para aumentar o número de instalações totais de apps. As fabricantes e as desenvolvedoras firmam acordos entre elas para disponibilizar os programas nos dispositivos. A rede social Twitter e a empresa de pesquisa de hospedagens Booking, por exemplo, contam com seus aplicativos já pré-instalados nos celulares da Huawei.

Apesar de sutil, o movimento do Facebook mostra uma união das empresas de tecnologia ao boicote de Donald Trump à Huawei. Em maio, o Google já havia cortado laços com a empresa chinesa.

Em meio a uma guerra comercial com a China, o mandatário americano entende que a presença da Huawei nos Estados Unidos pode acarretar problemas à segurança nacional. Recentemente, um decreto expedido pelo governo americano proibiu as empresas americanas de fazerem negócios com a fabricante chinesa.

A EXAME, a Huawei informou o seguinte, em nota:

“O Facebook é um aplicativo de terceiros. Com relação às matérias publicadas pela imprensa, gostaríamos de informar que, como muitos outros aplicativos de acesso público, o Facebook continuará funcionando normalmente nos dispositivos Huawei”.