Novo recurso do Google Maps levará você a uma ‘viagem no tempo’

Segundo a companhia, a ideia é deixar que usuários vejam a evolução de edifícios importantes, a reconstrução de uma comunidade, por exemplo

O Google adicionou, nesta quarta-feira, um interessante novo recurso ao Maps, mais precisamente ao Street View. Quem usa a ferramenta terá agora acesso a um recurso de “viagem no tempo”, que permite ver a evolução da área visitada através de uma tela no alto da página.

Segundo a companhia, a ideia é deixar que usuários visualizem a evolução de “edifícios importantes, a reconstrução de uma comunidade após um desastre natural, a evolução de um bairro ou como as estações do ano afetam a paisagem”. As imagens são as mesmas utilizadas pelo Street View desde sua criação, em 2007 – ou seja, locais mais frequentados pelos carros do Google terão os avanços mais detalhados.

O recurso poderá ser ativado sempre que um pequeno relógio aparecer no canto superior esquerdo da tela. Um clique nele revela a linha do tempo, pela qual você pode arrastar o cursor do mouse para checar a evolução de um estádio da Copa do Mundo, por exemplo – os cenários usados para demonstração pela empresa envolveram o Castelão, em Fortaleza, e o Mané Garrinha, em Brasília.

A novidade vem poucos meses depois da entrega definitiva da nova (e pesada) interface do Google Maps, e, de acordo com o Google, “faz parte dos esforços em criar um espelho digital do mundo”. Ou seja, a companhia parece ter mesmo a meta um tanto ambiciosa de colocar todo o planeta – e boa parte da história dele, pelo jeito – na web.

A inclusão desse recurso de “viagem no tempo” no Street View começa nesta quarta-feira, 23, e como quase tudo na web, incluindo a própria mudança visual do Maps, deve seguir pelos próximos dias. Portanto, se por ventura você ainda não tiver acesso à funcionalidade, pode ficar tranquilo.