Novo celular da Samsung tem tela que se dobra ao meio

O smartphone Galaxy Z Flip tem tela de 6,7 polegadas, mas fica do tamanho de uma carteira; o aparelho da marca sul-coreana rivaliza com o novo Motorola Razr

Além do trio de smartphones Galaxy S20, a sul-coreana Samsung anunciou hoje (11) o aparelho chamado Galaxy Z Flip, com tela dobrável de resolução Full HD (2636 x 1080). O benefício de ser dobrável é poder ter à disposição um celular com display de 6,7 polegadas que pode ficar tão pequeno como uma carteira para ser carregado no bolso.

A tela pode ser dividida em duas para que o usuário interaja com dois aplicativos simultaneamente, como um editor de texto e um cliente de e-mail. Quando dobrado, o aparelho ainda exibe informações como data, hora e notificações. Para responder a mensagens de texto, é possível tocar na notificação e abrir a tela para escrever.

O Galaxy Z Flip tem menos câmeras do que o antecessor Galaxy Fold, que tem seis. São apenas três, duas na traseira (de 12 megapixels cada, uma ultra-wide e uma de amplitude de captura comum) e uma na dianteira (de 10 megapixels). A memória interna oferecida pela Samsung nesse produto tem capacidade de 256 GB e a memória RAM é de 8 GB, o que, aliado ao processador octa-core de velocidade máxima de 2,95 GHz, o configura como um smartphone com sistema Android voltado ao segmento topo de linha do mercado.

Smartphone dobrável Samsung Galaxy Z Flip

 (Samsung/Divulgação)

O novo produto rivaliza com o Motorola Razr, que tem preço sugerido de 9 mil reais no Brasil. O produto da Motorola também se dobra ao meio, mas tem uma capacidade de bateria inferior ao do novo Galaxy. São 2.510 mAh contra 3.300 mAh, o que deve oferecer maior autonomia de uso ao Z Flip.

Apesar de o Galaxy Fold ter sido o primeiro smartphone dobrável anunciado e lançado por uma grande empresa de tecnologia, a Samsung sinaliza que irá deixar esse formato de tela grande e dobrável em favor do formato do Z Flip, com tela de tamanho convencional, porém dobrável. Em seu comunicado oficial a empresa informa o seguinte: “O Galaxy Fold deu início à era dos dispositivos dobráveis. Agora, o Galaxy Z Flip está moldando essa era para uma nova década”. Segundo o jornal local Korea Herald, a Samsung espera vender 2,5 milhões de unidades do Galaxy Z Flip, cinco vezes mais do que vendeu até agora com o Fold.