Novo app do Google vai trazer suas fotos antigas à era digital

Novo aplicativo do Google, o PhotoScan, será capaz de escanear suas fotos antigas de forma inteligente

São Paulo – O Google está lançando hoje um novo aplicativo para trazer as suas fotos antigas para o mundo digital. O PhotoScan funcionará de forma inteligente para capturar com qualidade fotografias antigas, em papel, e trazê-las até seu smartphone ou computador.

A expectativa do Google é de fornecer aos usuários uma solução completa de captura e armazenamento de imagens combinando esse novo app com o Google Fotos. Muitos usuários já devem ter fotografado uma fotografia antiga para poder compartilhar com amigos ou publicar em redes sociais.

Em linhas gerais, é exatamente isso que o PhotoScan faz, mas com qualidade muito superior. EXAME.com pode testar antecipadamente o app e os resultados são surpreendentes.

O app, grátis e disponível a partir de hoje para iPhone e Android, dribla problemas com iluminação e até corta porta-retratos de forma inteligente. O processo é extremamente simples e conta com poucos passos.

Para começar, é preciso abrir o app e encaixar a fotografia em questão na tela. Quatro bolinhas aparecem sobre a imagem. O usuário deve centralizar as marcações em um círculo na tela.

Na prática, o PhotoScan tira quatro diferentes fotos da sua imagem e faz uma montagem. O processamento é veloz e não demora muito. O resultado final impressiona. Nos testes realizados por nós, não foi possível identificar as bordas da montagem. A transição de cores e detalhes é imperceptível.

Google Fotos

Além do novo app, o Google está atualizando o Fotos. O aplicativo para gerenciamento e edição de fotos ganhou algumas funções.

Entre elas, estão novos controles de cores. Agora, dentro da edição de cores de uma fotografia, é possível dar destaque para o céu (graças ao controle “Azul Intenso”) e à pele (graças ao controle “Tom de Pele”).

Usuários do Fotos devem estar familiarizados com o assistente, que gera filmes de ocasiões especiais. Agora, ele foi melhorado. O Lullaby, por exemplo, mostrará o crescimento de uma criança, ao longo de um espaço maior de tempo. Até hoje, os vídeos são feitos juntando, no máximo, fotos capturadas ao longo de alguns dias.

Por último, o Google melhorou o compartilhamento. Agora, um assistente dá ao usuário opções completas de o que e com quem compartilhar. A decisão final ainda necessita de uma ação humana. A ideia, no entanto, é que os passos mecânicos até ali (seleção de fotos e de destinatários) fique por conta da inteligência artificial.