Novidades sobre Windows 8 marcam discurso de Ballmer na CES

O presidente-executivo da companhia não se esqueceu do Windows 7 nem de seus usuários: 500 milhões de computadores usam essa versão do sistema operacional

Las Vegas – O presidente-executivo da Microsoft, Steve Ballmer, fez o discurso inaugural da Consumer Electronics Show (CES) de Las Vegas, a maior feira de eletrônica do mundo, dando algumas pistas sobre o lançamento do Windows 8.

Ballmer dedicou a maior parte de seu discurso, de cerca de uma hora, a repassar as conquistas alcançadas pela Microsoft, que 14 anos após inaugurar a CES se despede do evento em 2012.

Perguntado sobre qual será o próximo passo do setor, Ballmer não hesitou em responder que este atende por ‘Windows 8, já que não há nada mais importante para a Microsoft que o Windows’.

De fato, as características do sistema operacional, cujo lançamento está previsto para 2012, tomaram grande parte do evento, no qual puderam ser vistos sua organização de aplicativos, adaptável a todos os tamanhos de tela, o ‘Market’, para descarregar programas, e alguns dos fabricantes (Acer, Toshiba, Dell, Samsung, HP, Lenovo etc.) que preparam computadores ‘fabricados para Windows 8’.

‘O Windows se caracteriza por sua capacidade de reinventar-se, de evoluir e seguir em frente. As pessoas querem ter o melhor, e o melhor está por vir com o Windows 8. Nós reimaginamos o sistema operacional de princípio ao fim’, explicou Ballmer.

O presidente-executivo da companhia não se esqueceu do Windows 7 nem de seus usuários: 500 milhões de computadores usam essa versão do Windows, que ‘estará preparada desde o primeiro dia para suportar o Windows 8’.

O anúncio do desembarque do Kinect, o sensor de movimentos sem comando da Microsoft, no mundo dos PCs a partir de fevereiro deu passagem às novidades relacionadas ao Xbox.

A possibilidade de interagir com conteúdos além dos videogames é uma das novidades que, ao lado da tecnologia de realidade aumentada, poderá ser vista em breve no Xbox.


O Windows Phone também esteve na ordem do dia, com o lançamento da série Lumia, da Nokia, no mercado americano, que em breve poderá desfrutar do resultado do casamento Nokia-Microsoft que já rendeu três dispositivos: os Lumia 710, 800 e 900, este último anunciado nesta segunda-feira.

‘Estou realmente emocionado com o salto à conexão 4G e LTE, o resultado é uma explosão de rapidez’, prometeu Ballmer, antes de mostrar o próximo HTC, que também contará com o sistema operacional para telefones móveis da Microsoft.

Para finalizar a história da Microsoft na CES, as últimas palavras de Ballmer sobre o palco foram ‘Windows, Windows, Windows’, com toda a veemência de um adeus.