Nova TV inteligente da LG usa nanotecnologia para realçar imagens

A nova televisão da LG, Nanocell AI Thinq, apresenta imagem formada por nanopartículas

São Paulo – A fabricante de eletrônicos sul-coreana LG apresentou durante uma feira em São Paulo a sua televisão que funciona com base na nanotecnologia, a LG Nanocell AI Thinq, que já está sendo comercializada.

De acordo com a empresa, a televisão utiliza uma tecnologia de nanopartículas para realçar a qualidade das imagens, em um display OLED.

Ao contrário das telas com iluminação LED tradicional, em uma televisão OLED, os pixels são iluminados de maneira gradativa. Com isso, a TV também é mais fina, visto que os diodos utilizados são menores. Esse estilo de iluminação já está sendo utilizado por outras companhias, como a Sony e a Panasonic.

A televisão foi apresentada durante a Eletrolar Show 2019, que acontece do dia 29 de agosto até o dia 1 de agosto em São Paulo.

LG Nanocell

 (Maria Eduarda Cury/Reprodução)

Em termos de funcionalidade, ela não difere muito de outras smart TVs, porém apresenta um painel inicial mais ágil e com uma resolução melhor. Com o sistema webOS 4.5, presente na TV, o usuário pode interagir com o painel  e colocar os aplicativos que mais utiliza em ordem de preferência.

A LG Nanocell, assim como as outras televisões LG, também apresenta um sistema de inteligência artificial, chamado AI Thinq. Por meio deste sistema, é possível comandar a televisão através da voz, sem que seja necessário utilizar o controle. Além disso, também é possível conectar aparelhos que estejam na mesma rede Wi-Fi e utilizar, por exemplo, o smartphone para controlar o aparelho.

As novas TVs estão disponíveis em três tamanhos: 55, 65 e 86 polegadas.