Nova falha no Facebook permitiu acesso a fotos de 6,8 mi de usuários

Erro levava ao compartilhamento de fotos com desenvolvedores de aplicativos

São Paulo – Em um ano marcado por crises de privacidade de seus usuários, o Facebook anunciou hoje (14) que uma falha na sua plataforma para desenvolvedores permitiu o acesso de fotos de 6,8 milhões de contas por parte de aplicativos terceiros. As imagens em questão estavam marcadas como privadas, e não públicas.

Já corrigida, a falha existiu por 12 dias, no mês de setembro deste ano. As pessoas que foram afetadas pelo problema serão notificadas pela rede social. Ao site americano TechCrunch, o Facebook disse que descobriu a falha no dia 25 de setembro, quando ela foi corrigida. O risco de exposição dos dados aconteceu de 12 a 25 de setembro.

O bug estava na ferramenta virtual de compartilhamento de informações com desenvolvedores de aplicativos no Facebook. Quando um app solicitava fotos públicas, o erro podia dar acesso a fotos privadas de um perfil ou àquelas que foram compartilhadas no Marketplace, área de vendas de produtos entre pessoas, ou no Stories, o campo de imagens que desaparecem em 24 horas da rede social.

Na última terça-feira, o Facebook foi multado pela Itália em 10 milhões de euros em razão do vazamento de dados de usuários à empresa de marketing político Cambridge Analytica, que atuou na eleição de Donald Trump. O motivo foi o uso comercial de informações que foram cedidas, por uma falha, e usadas sem o devido consentimento das pessoas envolvidas.

Nesta semana, o Google também reportou um erro que expunha dados de usuários da rede Google+ e, por isso, antecipou o seu fim para abril de 2019.