Nova categoria de TVs da Samsung chega ao Brasil

Aparelhos mostram mais cores do que as televisões concorrentes por conta de uma tecnologia chamada QLED

São Paulo — A Samsung lança nesta semana uma nova categoria de TVs no mercado brasileiro. Os novos aparelhos contam com uma tecnologia desenvolvida pela marca que permite ter uma experiência visual mais completa em termos de visualização de cores.

Com o uso de pontos quânticos de nova geração, a fabricante fez com que o espectro de cores RGB, que formam as cores de uma cena, tivessem mais volume do que o normal em outros modelos de TV.

A fabricante promete 100% de volume de cores, o que permite ver com facilidade, por exemplo, uma pessoa vestida de vermelho na frente de um container de mesma cor.

Essencialmente, o QLED pode mostrar mais cores e com mais fidelidade do que outros aparelhos. Isso tem relação com o nível de brilho das telas. No QLED, ele vai até 2.000 nits.

O visual das TVs foi um dos pilares do desenvolvimento da linha QLED, de acordo com a fabricante. Por isso, quase não há bordas nas novas TVs, chamadas Q9, Q8 e Q7.

Além disso, os produtos contam com acessórios, vendidos separadamente, que permitem melhorar o visual da sua sala. Um deles deixa a TV na sua parede quase tão rente quanto um quadro. Outro é uma base que permite girar o televisor para vê-la a partir de outros cômodos da casa. O terceiro é um suporte ao estilo tripè que deixa o visual da televisão com ar de obra de arte.

 (Samsung/Divulgação)

Todos os modelos contam com uma conexão única de dispositivos e um controle remoto unificado. Com isso, você pode ligar aparelhos como Blu-Ray, caixas de som e sinalizador de TV por assinatura e deixá-los em outro cômodo da casa, ou mesmo escondê-los em um rack.

 (Samsung/Divulgação)

O sistema dos novos televisores é o Tizen, que conta com apps populares, como YouTube e Netflix, além de aplicativos para jogos. Neste último ponto há uma novidade: os aparelhos têm suporte para o Steam Link, a tecnologia de espelhamento de jogos da Steam, plataforma de games da Valve para PCs. Com isso, é possível rodar um jogo no computador e vê-lo na tela grande da sua TV.

O modelo Q9  de 88 polegadas custa 86.999 reais; o Q8 custa 37 mil ou 22 mil reais com telas de 75 e 65 polegadas; e o Q7 tem preços de 18.500 e 10 mil reais, com telas de 65 e 55 polegadas, respectivamente. Todos modelos são 4K e têm suporte para a tecnologia HDR. Os aparelhos Q7 e !8 chegam ao mercado em julho, enquanto o Q9 estará disponível a partir de agosto deste ano, sob encomenda. A Samsung oferece garantia de 10 anos para o efeito de burn-in de pixels.

O suporte para colocar as TVs na parede, chamado No Gap, custa de 599 a 699 reais. A base Gravity e a base Studio (giratória) custam 3.000 reais e 2.750 reais. Há também um cabo óptico de 15 m que tem preço sugerido pela fabricante de 900 reais.

 (Samsung/Divulgação)

Impressões

EXAME.com teve acesso antecipado aos novos televisores QLED da Samsung. A experiência visual proporcionada pelos produtos é acima da média de mercado. Em termos de cores, o QLED leva as TVs da Samsung a um novo patamar. Elas chegam a ficar melhores do que os excelentes aparelhos da Sony da linha XBR.

O preto reproduzido pelas TVs é realmente profundo, como define a fabricante. Com isso, as cenas se tornam mais realistas e não é preciso estar de luz apagada para aproveitar ao máximo a qualidade visual das TVs.

Os acessórios de design dão estilo aos já belos televisores. Em especial, o suporte para paredes é interessante, pois poupa espaço na casa do usuário ao mesmo tempo que deixa o visual do cômodo mais limpo, sem vários fios ou aquele espaço desnecessário atrás da TV.