Nokia admite que não soube antecipar sucesso de smartphones

A concorrência dos aparelhos da Apple e do Blackberry fez com que a companhia perdesse recentemente sua posição de número 1 da telefonia móvel

Helsinque – O diretor-executivo da Nokia, Stephen Elop, admitiu nesta quinta-feira que a empresa não soube antecipar as mudanças no mercado de telefonia móvel e o sucesso dos smartphones, o que provocou parte de seus problemas atuais, em declarações à imprensa local.

“Houve momentos no último ano e meio nos quais poderíamos ter feito as coisas de maneira diferente se soubéssemos que a indústria estava mudando tão rapidamente”, disse Elop ao jornal Aamulehti.

Uma das coisas que não previram foi “a importante queda de preços dos telefones com sistema Android na China”.

“Aconteceu tão rápido que a situação da Nokia agora é difícil, mas seguimos afinando nossa estratégia”, explicou o jornal.

A Nokia perdeu recentemente sua posição de número 1 mundial da telefonia móvel, que havia conservado por 14 anos, pela concorrência dos smartphones da Apple e do Blackberry ou equipados com o sistema Android do Google, entre outros.

Nos últimos 19 meses, a empresa está realizando grandes reestruturações e depois de anunciar 12 mil demissões no último um ano e meio a Nokia indicou que seriam necessárias outras 10 mil.