Nokia 808 dita novos padrões com câmera de 41 MP

logo-infolab

Vídeo

http://videos.abril.com.br/info/id/a8b6de5d135db0afe6e96e628c6bfdfa

Avaliação do editor Cauã Taborda / Com um sensor de 41 megapixels, é muito mais fácil descrever o Nokia 808 como uma câmera que faz ligações. Com a tecnologia PureView, a Nokia e a CarlZeiss conseguiram comprovar que as câmeras compactas estão ficando obsoletas em vários aspectos. O grande diferencial do sistema é o sensor do aparelho, que é cinco vezes maior do que os utilizados na maioria dos smartphones com câmeras de 8 megapixels.

O sensor nasceu de uma necessidade aparentemente simples: aumentar a capacidade de zoom dos smartphones. Felizmente, o aparelho vai muito além. A câmera do 808 divide as fotos em dois grupos: com PureView e em resolução máxima. Com as imagens do PureView, o aparelho registra fotos de 3, 5 ou 8 megapixels. Ao selecionar uma foto de 5 megapixels, o sensor capta a imagem em 41 megapixels e condensa a imagem até ela atingir o tamanho estabelecido pelo usuário. Dessa maneira, o PureView comprime um número maior de pixels na imagem. Na prática, o resultado é uma imagem com mais definição e a capacidade de fazer ampliações sem perder qualidade. Como sobram pixels nas imagens captadas, o software não precisa esticá-los para aumentar os elementos da foto. O processo não faz uma aproximação da imagem, trata-se, na verdade, de uma ampliação. O grau dessa ampliação (zoom) se altera conforme a resolução da imagem. Fotos de 3 MP possuem zoom de até 3,6x, enquanto imagens de 5 MP e 8 MP atingem 3x e 2x, respectivamente.

Na resolução máxima, as imagens podem ser registradas com 38 megapixels (proporção 4:3) e 34 megapixels (proporção 16:9). As imagens em 38 megapixels têm 7.728 por 4.354 pixels. Além de possibilitar impressões em bom tamanho, as imagens oferecem um nível de detalhe muito acima do normal. Além do grande sensor de1/1,2”, o app que gerencia a câmera oferece muitas opções. É possível ajustar o ISO em oito valores (50 a 1.600) e escolher entre três modos: Automático, Criativo e Cenas. No Automático o usuário só pode controlar a intensidade do flash LED. No segundo, o fotógrafo pode escolher entre cada um dos tipos de cena (Paisagem, Macro, Retrato, Esportes, Noturno, Retrato Noturno, Refletores e Neve). O terceiro seria equivalente ao modo Manual das câmeras dedicadas, no qual o usuário pode alterar todas as configurações. Os elementos que podem ser alterados incluem: Modo de sensor (PureView ou Resolução Máxima), resolução, proporção, qualidade de JPEG, tons de cor, modo de captura, saturação, contraste, guia 3×3, etc. O modo criativo exibe até mesmo um histograma quando o usuário muda a exposição.

O 808 também grava ótimos vídeos com resolução Full HD (1.080p), que podem ser exibidos na TV com um cabo microHDMI ou por DLNA. Mesmo com qualidade inferior à das fotos, os vídeos são muito bons. O número de opções para vídeo também é grande, inclusive com opção para foco automático contínuo. Outro ponto versátil é o zoom digital, que não resulta em perda na qualidade.

 Para comportar todos os recursos de imagem, o Nokia 808 ficou com um corpo exagerado. Medindo 6 por 12,4 por 1,8 centímetros, o que mais incomoda é a distribuição desigual de peso. O módulo da câmera é muito grande e faz com que a pegada seja desconfortável, mesmo que ele não seja tão pesado. São 173 g de massa, só 11 gramas a mais em relação ao Lumia 900.

A tela AMOLED de 4 polegadas oferece uma resolução de 360 por 640 pixels. A baixa resolução é compensada por um bom contraste e boa resposta aos toques. O player de vídeo também é poderoso. Nos testes do INFOlab ele rodou até arquivos RMVB com legenda, além de todos os formatos mais importantes. Ao conectar o aparelho em uma TV ou monitor, o aplicativo Tela Grande abre automaticamente. Ele converte a interface a um modo mais amigável, com ícones maiores e um resultado bastante atraente. Ao reproduzir um vídeo, o aparelho se converte a um controle remoto. Infelizmente os controles são muito básicos. Não dá para sequer diminuir o volume de um vídeo. Por outro lado, controles de Wii e PS3 podem ser pareados com o smartphone para comandar a interface. O mesmo pode ser feito com um teclado Bluetooth.

Deixando a qualidade de imagem de lado, o 808 não passa de um smartphone mediano. Rodando o Nokia Belle, não há uma oferta de aplicativos tão tentadora na Ovi Store como a de outros sistemas. Não que o sistema seja ruim, pois ele oferece recursos superiores aos concorrentes, como a criptografia para cada local de armazenamento do telefone (memória interna e cartão SD). O Belle também enfatiza a função básica do aparelho: o telefone. Em um único menu encontramos opções para chamada, discagem rápida, caixa postal, desvio de chamada e restrição de chamada. Um grande problema é a digitação. As teclas são muito estreitas e há um exagero de símbolos. A lógica de organização do sistema ainda é muito similar às raízes de pasta dos desktops. Com exceção do aplicativo de fotos, o visual do sistema é antiquado. O único ponto positivo é o uso de cores para funções semelhantes. Por exemplo, o app de DLNA e de HDMI respeitam o mesmo padrão.

Veja abaixo uma relação completa dos aplicativos: 

Busca – merece ser comentado porque realiza uma busca em tempo real de tudo que está na memória do telefone, incluindo aplicativos, arquivos de mídia, documentos e páginas de internet previamente visitadas. O sistema de indexação aparentemente organiza os itens segundo um sistema de tags que facilita a busca. Buscar por “ma”, por exemplo, retorna resultados como “Calculadora” (“matemática”), “Mensagens” (“mail”) e “USB” (“armazenamento em massa”). Uma pena que não exista um atalho mais prático para esse recurso.

Galeria – Uma galeria simples das imagens armazenadas na pasta “Imagens”. É regida pela ordem cronológica. Há a opção de criar etiquetas simples para segmentar melhor os arquivos. Estas ocupam o mesmo espaço dos thumbnails das fotos e são facilmente reconhecidas.

Calendário – Aplicativo simples de calendário com agendamento de eventos e nada de inovador.

E-mail – cliente de e-mail convencional.

Loja – Loja Ovi de aplicativos.

Vídeos – Media Player excessivamente simples e atalho para a seção de filmes da Ovi. Exibe informações básicas dos arquivos e os ordena por nome, data e tamanho. O player em si controla apenas a timeline e o volume. Vale notar que o controle de volume é bem lento.

Music Player – Possui dois modos de visualização: lista de títulos flanqueados pelos thumbnails dos álbuns no modo retrato; e fila de álbuns com thumbnails bem grandes no modo paisagem. Também possui um atalho para a loja de música da Ovi. Exibe informações mais detalhadas que o Vídeos, como a duração total da biblioteca de música, etc.

Mapas e Dirigir – O mesmo aplicativo de GPS agora encontrado no Windows Phone. Oferece a opção de armazenar mapas localmente. Além dos recursos de sempre (PoI, etc.), também possui um modo de visualização interessante que exibe um mapa topográfico da região.

O aplicativo de direção é bem desenhado para seu propósito. Os ícones são grandes e as informações exibidas são completas (tempo de direção, distância percorrida, velocidade, trânsito, etc.).

Reprodutor de DLNA – O aplicativo em si é bem desenhado e fácil de usar, mas não há nada de inovador nele. Não reconheceu MKV e RMVB pelo DLNA, assim como não carregou as legendas.

Social – À maneira do Contatos no Windows Phone, agrega informações dos contatos do telefone com dados puxados de redes socais como Facebook e Twitter.

Registro – Registro de chamadas que informa também o tempo das ligações. A parte mais interessante, no entanto, é a seção de dados que conta o total de tráfego (segregado em upload e download) realizado pelas redes UMTS.

Zip – Gerenciador de Zip que expande e compacta arquivos neste formato. Algo um tanto incomum para um aplicativo nativo.

Tempo – Informações do clima.

Leitor de Mensagem – Utiliza o Text-to-Speech para ditar mensagens de texto SMS. Tem muitas opções úteis, como detecção de idioma e ajuste de velocidade de texto. Infelizmente, há apenas uma voz disponível por padrão e ela é péssima.

Vlingo – Aplicativo de entrada de voz que reconhece comandos simples como “Mandar e-mail” e “Abrir navegador”. Cumpre também a mesma função do Leitor de Mensagens, o que torna aquele aplicativo um tanto supérfluo. Possui um filtro de palavrões e pode até mesmo alterar o uso da rede para economizar dados. É um bom aplicativo de voz, mas pouco competitivo com as ofertas do Google e da Samsung.

QuickOffice – A versão mais básico do QuickOffice, que só lê documentos.

Silent Film Director – Um aplicativo de gravação que pode aplicar filtros em vídeos de até 720p. Pouco útil se comparado ao aplicativo da própria Nokia.

Shazam – Aplicativo de reconhecimento de músicas que não oferece nada além de sua versão para Android e para iOS.

Traveler – Exibe informações úteis para viajantes, como clima local, fuso horário e taxa de câmbio, além de auxiliar no planejamento do itinerário. A parte mais interessante, no entanto, é restrita para quem compra a versão completa. Trata-se de um sistema de reserva de passagens e quartos de hotel.

Nokia Música – Loja de música da Nokia.

Map Loader – Gerencia os mapas salvos na memória local do telefone.

Nokia Recomenda – Curadoria de aplicativos e conteúdo em geral da Ovi store.

Check in – (Função integrada ao Nokia Mapas) Envia informações da localização do usuário para redes sociais como o Foursquare.

Guides – Atalho para serviços de ponto de interesse (e. g. TripAdvisor, Apontador, Lonely Planet, etc.)

JoikuSpot – Aplicativo que usa o Wi-Fi para criar um hotspot.

F-Secure – Um aplicativo de segurança que tem previne o roubo de informações quando o telefone é perdido. É capaz de localizar, travar e formatar o aparelho remotamente por uma interface web ou por uma mensagem SMS. O telefone pode ser configurado para travar automaticamente caso o SIM card seja removido. Nada exatamente novo, mas não deixa de ser útil.

ColorizIt – Aplicativo extremamente simples de edição de imagem. Não passa de um filtro preto e branco seletivo.

Rádio e Reproduzir via Rádio – Aplicativos de rádio que recebem e emitem música via rádio.

Ficha técnica

Conexão 3G
SO Nokia Belle
Processador ARM 11 1,3 GHz single core
Armazenamento 16 GB + microSD
Tela
Câmera 41 MP
Peso 173 g
Bateria 4h05min

Avaliação técnica

Prós Câmera de qualidade acima do normal
Contras Bateria de pouca duração; aparelho muito grande; sistema não atraente e com problemas de usabilidade
Conclusão Aparelho para quem prioriza qualidade de imagem, mas que não se incomoda com baixa oferta de aplicativos e problemas do sistema
Média 7.9
Preço R$ 1999