No Dia Mundial da Internet Segura, métodos de proteção de contas ainda são pouco conhecidos na América Latina

Levantamento feito em homenagem ao Dia Mundial da Internet Segura ainda mostra que 88% dos latinos já perdeu dados por falta de cópia de segurança

Os internautas da América Latina ainda pode sofrer muito com perdas de contas de e-mails e de redes sociais, segundo um levantamento feito pela empresa de segurança ESET. De acordo com ele, 64% dos latinos – brasileiros inclusos – desconhecem a autenticação em dois passos, por exemplo, uma forma boa e relativamente simples de proteger contas de Twitter, Gmail e outros serviços.

A pesquisa foi feita e divulgada em homenagem ao Dia Mundial da Internet Segura (Safer Internet Day, ou SID, em inglês), comemorado neste dia 11 de fevereiro. Ela ainda revela um problema sério relacionado à perda de dados por falta de cópias de segurança: 88% dos internautas da região já perderam informações pessoais por não possuírem um backup delas na nuvem ou em outros discos.

No caso dos donos de dispositivos móveis, 74% deles não copiaram as informações guardadas nos aparelhos em lugar algum. É algo que preocupa ainda mais se levarmos em conta que 63% dos entrevistados já perderam ou tiveram roubados seus smartphones e tablets, e que 58% deles ainda armazenam senhas nos dispositivos móveis. Juntas, todas essas porcentagens mostram que os internautas na região ainda correm grandes riscos na web.

Dia Mundial da Internet Segura – O dia 11 de fevereiro é marcado pela celebração do décimo-primeiro Dia Mundial da Internet Segura. Promovido dessa vez em 106 países e com o tema “Vamos criar uma internet melhor juntos”, a data terá eventos realizados por todo o mundo buscando conscientizar os internautas dos riscos presentes na web.

No Brasil, a data recebe apoio do Governo Federal e de órgãos e empresas nacionais. Palestras e oficinas estão sendo organizadas por todo o país, em escolas, bibliotecas e universidades, por exemplo – todas seguindo a temática da data e oferecendo dicas para um comportamento mais seguro e responsável na internet. A relação completa você encontra no site oficial.

O que é o Safer Internet Day? – A iniciativa surgiu em 2004 e ficou, inicialmente, limitada a doze países europeus. Parte do Programa de Internet Segura da Comissão Europeia, ela é hoje “espalhada” pela Insafe, uma rede de centros de conscientização espalhada por todo o velho continente. A data é comemorada todos os anos no segundo dia da segunda semana de fevereiro, e já envolveu temas que vão de cyberbullying a rede sociais. Em 2013, o foco foi em “direitos online e responsabilidades”, como lembra o site oficial.

Em 2009, além dos centros da Insafe, foram criados também comitês para o Dia da Internet Segura, de forma a “fortalecer os laços com países fora da rede e investir em uma promoção harmonizada da campanha pelo mundo”. Segundo a página do SID, já há 70 desses comitês pelo mundo, “trabalhando próximos ao time de coordenação do Insafe”, que tem sede em Bruxelas, capital da Bélgica.