Nintendo Switch vende 10 mi e dá sobrevida a videogames

Aparentemente os consoles de videogame não morreram. Por enquanto.

Aparentemente os consoles de videogame não morreram. Por enquanto.

Apesar das numerosas distrações para os consumidores — desde jogos para smartphones até Netflix –, o Nintendo Switch tem chances de se tornar o console mais vendido da empresa japonesa em uma década.

Com a marca de 10 milhões recentemente superada e o Natal pela frente, é possível que o Switch consiga bater a marca de 17 milhões de unidades estabelecida pelo Nintendo 3DS no ano fiscal 2011/2012. Será difícil vender mais 7 milhões de unidades nos próximos quatro meses, mas mesmo se for alguns poucos milhões a Nintendo poderá comemorar.

Há muitas boas razões para pensar que os dias dos consoles de videogames estão contados. Mas também há 10 milhões de motivos para acreditar que eles ainda têm algum tempo de vida.

Esta coluna não reflete necessariamente a opinião da Bloomberg LP e de seus proprietários.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Pare de escrever asneiras! Os consoles não precisam de sobrevida porque não vão morrer tão cedo. O PS4 recentemente atingiu a marca de mais de 70 milhões de unidades vendidas, o desenvolvimento dos jogos estão a todo vapor conforme as feiras especializadas prometeram para 2018. Mesmo que empresas tradicionais estejam apostando nos celulares, não haverá uma substituição direta porque as experiências são diferentes. Haha, e que comparação esdrúxula foi essa: JOGOS por Netflix? LoL.
    Peço novamente, por favor, pare de escrever asneiras!

  2. Pare de escrever asneiras! Os consoles não precisam de sobrevida porque não vão morrer tão cedo. O PS4 recentemente atingiu a marca de mais de 70 milhões de unidades vendidas, o desenvolvimento dos jogos estão a todo vapor conforme as feiras especializadas prometeram para 2018. Mesmo que empresas tradicionais estejam apostando nos celulares, não haverá uma substituição direta porque as experiências são diferentes. Haha, e que comparação esdrúxula foi essa: JOGOS por Netflix?
    Peço novamente, por favor, pare de escrever asneiras!

  3. Paulo Martinelli

    Meus amigos… as únicas coisas que estão com os dias contados são a Humanidade, o blogueiro autor desta maravilha “sarcasmo”, o responsável por liberar as matérias postadas aqui no site. Por favor guardem isso que vou dizer agora: Nunca, nunca um celular ou qualquer tipo de net substituirá um console de mesa.