Nas redes sociais, candidatos “nanicos” foram mais citados

Discussões entre os candidatos Levy Fidelix, Luciana Genro e Eduardo Jorge fizeram com que eles fossem mais citados durante o debate nas redes sociais

São Paulo – O debate entre presidenciáveis de ontem foi o mais energético dentre aqueles das eleições 2014. As discussões entre eles, é claro, foram refletidas nas redes sociais, em especial o Facebook e o Twitter.

No Facebook, o destaque não ficou para os três primeiros colocados nas pesquisas – Dilma Rousseff, Marina Silva e Aécio Neves. Os candidatos mais citados nessa rede foram (nesta ordem): Luciana Genro (PSOL), Levy Fidelix (PRTB) e Eduardo Jorge (PV).

Apenas durante o debate de ontem, da Rede Globo, foram 12,9 interações (aqui entram posts, curtidas, compartilhamentos, etc) no Facebook. O principal pico de atividades foi durante o primeiro bloco, quando o candidato Eduardo Jorge questionou Levy Fidelix sobre sua fala contra os homossexuais no debate da Record.

A lista de presidenciáveis mais comentados do Facebook no debate de ontem se completa com Marina Silva (quarto lugar), Dilma Rousseff (quinto lugar), Aécio Neves (sexto lugar) e Pastor Everaldo, do PSC, em sétimo e último lugar.

Já no apanhado de toda a corrida eleitoral, os mais comentados continuam sendo os três principais candidatos. Marina Silva é a primeira, seguida de Dilma e Aécio Neves.

Twitter

Já lá pelo Twitter, os números foram um pouco diferentes. Em um levantamento feito pelo portal G1 com números do Twitter, o candidato mais comentado no microblog foi Aécio Neves (teve 431 mil menções). Em seguida vem Luciana Genro (287 mil menções) e Levy Fidelix (com 278 mil menções).

O debate como um todo gerou 1,6 milhão de mensagens postadas no Twiter. A média foi de 373 tuítes por minuto.

O ranking de comentários no Twitter se completa com Eduardo Jorge (245 mil menções), Dilma Rousseff (117 mil), Marina Silva (116 mil) e Pastor Everaldo (com 85 mil).