Multilaser Sigma

logo-infolab

Vendido por 568 reais, o tablet Sigma, da Multilaser, é um dos tablets mais baratos à venda no Brasil com o Ice Cream Sandwich. Assim como o já testado Diamond, esse gadget se destaca dos concorrentes por seu preço mais baixo e número de conexões. Ele é munido de saída HDMI, entrada para cartão microSD, miniUSB e P2 para fones.

A saída HDMI suporta resolução Full HD (1.920 por 1.080 pixels), mas durante os testes do INFOlab o desempenho do tablet acoplado à TV foi insatisfatório. Ao conectar o cabo HDMI, o tablet passou a não responder os comandos de forma coerente. Teclas foram acionadas por engano e um simples avançar em um vídeo se tornou uma tarefa quase impossível. A falha vai na contramão da versatilidade do player 2160P.

Além de ser compatível com vários formatos (MKV, AVI, RM/BMVB, FLV e MPEG-1/2), o 2160P pode realizar alterações nas legendas. Enquanto o vídeo é reproduzido, o usuário pode trocar a cor, tamanho e até o atraso ou avanço do texto em relação à imagem. No entanto, a codificação do texto apresenta problemas para exibir palavras com acentuação. Caracteres estranhos substituem as letras acentuadas, gerando um grande incômodo nos filmes.

Quando não está associado à TV, a tela de 8 polegadas do Sigma oferece resolução de 600 por 800 pixels. Mesmo abaixo da média para tablets com mais de 7 polegadas, a resolução não é o maior dos problemas. Esse mérito é do brilho. A tela oferece pouca fidelidade às cores e a definição também não é das melhores. No game Angry Birds, já incluso, os desenhos apresentam um serrilhado.

Equipado com duas câmeras (traseira e frontal para videochamadas), o aplicativo que as controla traz informações divergentes. As especificações oficiais do Sigma listam a câmera principal com 2 megapixels, mas pelo app é possível ajustar a resolução até 5 megapixels. Com uma qualidade abaixo da média em comparação a smartphones e até outros tablets, a câmera do modelo enviado ao INFOlab fez fotos com 2.592 por 1.936 pixels.

A construção do Sigma, feita totalmente em plástico, não aparenta resistência. Na verdade, com o aparelho desmontado, observamos que os botões se conectam diretamente com a placa. Inclusive, no modelo enviado para testes o botão de ligar estava emperrado. A placa ocupa uma pequena porção do aparelho. O que mais chamou atenção, no entanto, foi a caixa de som. Ela fica solta no conjunto, fixada por ímã no painel metálico que sustenta a tela sensível ao toque.

Ficha técnica

Tela 8″
Processador Cortex A8 de 1,2 GHz
RAM 512 MB
Armazenamento 8 GB + microSD
Conectividade Wi-Fi 802.11 b/g/n
SO Android 4.0.3 (Ice Cream Sandwich)
Peso 454g
Duração de bateria 4h34min

Avaliação técnica

Prós Android atualizado
Contras Tela com pouco brilho e baixa resolução; HDMI apresentou problemas
Conclusão Tablet de entrada com forte apelo para o preço baixo, mas com limitações
Configuração 7,7
Usabilidade 6,5
Bateria 6,4
Design 7,0
Média 6.9
Preço 568