Mulher é agredida nos EUA por usar o Google Glass

Uma mulher da cidade de São Francisco foi atacada e roubada por vestir os óculos Google Glass em um bar local.

Uma mulher da cidade de São Francisco foi atacada e roubada por vestir os óculos Google Glass em um bar local. 

A jornalista de tecnologia Sarah Slocum estava mostrando seus óculos para alguns amigos dentro do bar Molotovs na última sexta-feira (21), quando duas mulheres a confrontaram e um homem arrancou o Google Glass de seu rosto. 

Slocum perseguiu os agressores, que acabaram abandonando o Google Glass. No entanto, outra pessoa aproveitou para roubar sua bolsa e celular durante o ocorrido. 

Em seu perfil no Facebook, Slocum disse ter sofrido agressões físicas e verbais dessas pessoas no bar por conta de seus óculos. “Jogaram coisas em mim pelo simples fato de serem haters do Google Glass!”, disse. 

Segundo Slocum, ela conseguiu gravar o rosto dos agressores por meio do Google Glass e a polícia agora utiliza esse vídeo para identificar essas pessoas. 

Em entrevista ao jornal local KPIX5, testemunhas alegaram que Slocum foi bastante simpática com os curiosos que estavam no bar, mas alguns se disseram incomodados de estarem sendo gravados pelos óculos. 

“Acredito que as pessoas estavam incomodadas de estarem sendo gravadas por ela dentro do bar e mesmo durante a discussão. Ela ficou bastante agitada e as pessoas gritavam que ela estava sendo sacana e a mandavam tirar os óculos”, disse uma das testemunhas. 

Há menos de uma semana o Google publicou um guia de etiqueta para os usuários do Glass, pedindo que os mesmos fossem respeitosos e educados ao utilizarem o dispositivo em público. 

O guia aconselha os usuários a respeitarem os outros e quando questionados sobre o Glass evitem responderem com má vontade. Além disso, também sugere que os usuários peçam pela permissão dos outros antes de tirarem fotos ou gravarem vídeos.