MtGox encontra 200 mil bitcoins perdidos em antiga carteira

Em comunicado, o CEO do banco Mark Karpeles afirmou que o valor já foi transferido para uma carteira offline; total ainda é menos de um quarto dos BTC perdidos

Em processo de falência no Japão, o ex-maior mercado de bitcoins da internet MtGox afirmou nesta última quinta-feira ter encontrado 200 mil bitcoins perdidos. O valor equivale a cerca de 115 milhões de dólares (ou 267 milhões de reais), e estava armazenado em uma antiga carteira virtual, usada pelo banco até meados de 2011.

A “descoberta” foi anunciada pelo fundador do banco Mark Karpeles em um comunicado oficial (PDF). Nele, o executivo explica que tudo ocorreu durante um reescaneamento dessas velhas carteiras, feito após o início da reabilitação civil da bolsa – algo como sua “recuperação judicial”. E por incrível que pareça, essas unidades de armazenamento eram tidas como vazias pelo MtGox.

De acordo com o texto, o achado foi logo encaminhado ao conselho da companhia. O grupo é responsável por essa reabilitação civil da bolsa, e reportou a situação ao tribunal japonês que cuida do processo de falência do MtGox. O dinheiro, por fim, foi transferido para uma carteira offline, na qual será mantido por questões de segurança.

Apesar da quantia assombrosa, a pilha de bitcoins ainda representa menos de um quarto do total “perdido” pela bolsa no mês passado. 850 mil BTC armazenados no MtGox antes de sua falência foram supostamente roubados em uma série de possíveis invasões, que levantaram inúmeras dúvidas sobre a seriedade do negócio.

Mas mesmo com muito chão pela frente, o CEO da companhia fez questão de afirmar que, a partir de agora, o total de moedas perdidas caiu para mais ou menos 650 mil. E, claro, ainda salientou no comunicado que as causas do desaparecimento de todo esse resto do dinheiro – que equivale a mais de 373 milhões de dólares – ainda estão sendo investigadas.