Moto G5 chega ao Brasil com preços a partir de R$ 999

Smartphone chega em duas versões com preços que concorrem com Galaxy J7 Prime e com o Zenfone 3

São Paulo – A Motorola lança hoje no Brasil a nova família de smartphones chamada Moto G5. Essa é a quinta geração do Moto G criado em 2013. Agora, ele tem sensor de digitais inteligente, carregamento rápido de bateria e acabamento metálico. Os preços dos novos aparelhos começam em 999 reais. As vendas começam hoje mesmo.

São duas versões do produto: o Moto G5 e o Moto G5 Plus. São duas cores de acabamento disponíveis, chamadas platino e ouro (prata e dourado). Os aparelhos têm  2 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento interno. Os gadgets tiveram uma discreta aparição na Mobile World Congress, a mostra de tecnologia de Barcelona, que é o maior evento de celulares do mundo. 

O modelo Plus do Moto G5 tem como diferenciais tela maior, processador mais sofisticado e câmera com uma tecnologia chamada Dual Autofocus Pixel. Ela faz o foco automático ser 60% mais veloz em relação ao Moto G4 Plus.

A fabricante diz que o smartphone pode registrar imagens rapidamente a qualquer momento. Com abertura de f/1.7, o gadget promete capturar 25% mais luz do que na geração passada.

A câmera do Moto G5 Plus tem 12 megapixels com flash LED duplo e o Moto G5 tem câmera de 13 megapixels, mas sem a tecnologia de foco veloz.

Moto-G5-Plus-celular-motorola Moto G5: modelo Plus (à esquerda) tem câmera mais saliente do que a do Moto G5

Moto G5: modelo Plus (à esquerda) tem câmera mais saliente do que a do Moto G5 (Lucas Agrela/Site EXAME)

Por dentro o Moto G5 tem um processador Qualcomm Snapdragon 430, enquanto o Moto G5 Plus tem um Snapdragon 625. Pelos componentes mais sofisticados, o Moto G5 Plus custa 1.499 reais no Brasil.

O Moto G5 concorre com produtos como o Galaxy J5 e o Zenfone 3 Max, enquanto o G5 Plus compete com o Galaxy J7 Prime e com o Zenfone 3.

“O sucesso do Moto G aconteceu porque conseguimos trazer recursos de smartphones premium para ele, que é um intermediário”, afirmou José Cardoso, gerente geral do Mobile Business Group, a unidade de celulares da Lenovo.

Sensor inteligente

Nos dois modelos, o sensor de impressões digitais ganhou novas funcionalidades além de desbloquear a tela. Ele pode servir para alternar de aplicativos, bloquear a tela ou voltar para a home do celular.  

Motorola voltou

Após a Lenovo ter matado a marca Motorola, em favor do nome Moto, a fabricante chinesa mudou de ideia e agora voltou a chamar a sua subsidiária de Motorola. 

Mas a mudança parece não ter afetado o Brasil. Os executivos da empresa continuam a chamar a marca de Moto.

Outras versões

O Moto G5 tem outras versões nos mercados internacionais. A Motorola, porém, optou por não trazer esses aparelhos ao Brasil por enquanto.

A linha Moto G Play não deu as caras também neste lançamento. Perguntada, a Motorola não informou se o aparelho ganhará uma nova edição em 2017.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Claudenor Sampaio

    Tô fora, hj é a pior marca que existe, detonada pela lenovo.