Ministério da Justiça notifica Vivo por privacidade

Órgão solicita explicações da operadora em relação ao lançamento de um app que prevê o monitoramento dos hábitos de seus clientes

São Paulo – O Ministério da Justiça notificou a Telefônica| Vivo solicitando esclarecimentos da empresa acerca de um novo aplicativo que prevê o monitoramento e utilização de informações de seus clientes. O app, chamado Smart Steps, deve ser implementado já no próximo mês.

De acordo com a nota enviada pelo órgão, o Brasil foi escolhido para ser um dos pioneiros nos testes do aplicativo. O Smart Steps tem como objetivo monitorar, coletar, utilizar e comercializar as informações referentes aos hábitos dos consumidores.

Por isso, a principal preocupação do órgão, explica o comunicado, é em relação à escolha efetiva dos usuários de chips da Vivo de terem o seu comportamento e informações monitoradas pelo app. Dados que, depois de coletados, podem ser vendidos pela operadora para outras empresas.

Procurada por EXAME.com, a Vivo declarou que irá prestar todos os esclarecimentos solicitados e no prazo definido pelo órgão, que é de dez dias. Segundo a empresa, o app Smart Steps encontra-se em estado de desenvolvimento e irá utilizar as informações mediante prévia e expressa autorização de seus clientes.

“Os dados serão trabalhados de forma consolidada, não havendo qualquer individualização das informações ou possibilidade de rastreamento dos usuários”, explica a Vivo.