Microsoft lança pacote de serviços em nuvem para empresas

A empresa apresentou hoje no Brasil uma solução que permite que aplicações empresariais sejam contratadas de maneira independente

São Paulo – A Microsoft está lançando hoje no Brasil o Dynamics 365, um pacote de aplicações voltado para empresas. Nele estarão reunidos os serviços para planejamento corporativo e também para produtividade.

O novo pacote, completamente hospedado na nuvem, traz soluções para seis áreas: gestão financeira, serviços de campo, vendas, marketing, serviços ao consumidor e automação de processo. Além dos serviços de ERP (planejamento de recursos empresariais) e CRM (gestão do relacionamento com o cliente), o assinante terá acesso ao Office 365 (esse precisa ser licenciado à parte).

Cada aplicação do Dynamics 365 poderá ser contratada de maneira independente. “As empresas não precisam mais comprar um pacote fechado. Elas podem escolher apenas os recursos que precisam”, explica Fábio Azevedo, diretor da Microsoft Brasil, em entrevista para a EXAME.com.

De acordo com Azevedo, todas as aplicações seguem o mesmo modelo de dados comuns. “Assim, as companhias podem adicionar os aplicativos instantaneamente, sem se preocupar com a transmissão de informações.”

Além do Office 365, outras três aplicações são nativas ao sistema: a inteligência artificial da Cortana, a análise de performance do Power BI e a nuvem do Azure IoT Suite. O diretor afirma que elas têm capacidades preditivas e, por isso, conseguem aprender quais são os padrões de cada empresa para lhes apresentar soluções.

Para Azevedo, o Dynamics é uma solução para companhias que querem adotar a transformação digital. De acordo com uma pesquisa encomendada pela Microsoft, organizações que abraçam a transformação digital geram, em média, 100 milhões de reais a mais com receitas de operação por ano.

Para a Microsoft, essa mudança tecnológica está fundada em quatro pilares: engajamento com os clientes, potencialização de funcionários, otimização de operações e transformação de produtos. “O Dynamics 365 é muito mais que uma junção de aplicativos, ele também rompe barreiras para as empresas”, conta.

Um desses obstáculos é a estrutura dos data centers. “A plataforma já vem com modelos prontos e, como ela não precisa de nenhum código para funcionar, a necessidade de grandes equipes de TI diminui”, explica.

As aplicações serão vendidas de duas formas: separadamente e por plano. A segunda maneira dá direito a usar todas as seis aplicações mais o App Source, loja de aplicativos corporativos da Microsoft com mais de 200 recursos disponíveis.