Microsoft lança amanhã Windows 8

O Windows 8 será apresentado mundialmente na "Big Apple", onde será revelada sua nova interface, completamente "remodelada"

Nova York – A Microsoft lançará nesta quinta-feira em Nova York o Windows 8, um sistema operacional redesenhado que representa sua maior renovação desde o Windows 95 e com o qual pretende entrar totalmente no mundo dos tablets e recuperar o terreno perdido para os rivais.

O Windows 8 será apresentado mundialmente na “Big Apple”, onde será revelada sua nova interface, completamente “remodelada”, segundo a empresa, na qual os aplicativos se tornam mais importantes e com uma nova experiência de navegação através de uma caneta digital, que se junta aos já tradicionais teclado e mouse.

O objetivo é promover um sistema dual, voltado tanto para os computadores de mesa quanto para os dispositivos portáteis, a fim de concorrer com Apple e Samsung, que já desembarcaram no mercado dos tablets.

Além disso, se trata de um sistema operacional que incorpora uma conexão permanente com a internet, de modo que todos os dados possam ser armazenados automaticamente na nuvem e que podem ser acessados de qualquer dispositivo em qualquer lugar do mundo.

Tudo isto faz do Windows 8 a renovação mais importante da Microsoft no campo dos sistemas operacionais desde o Windows 95.


O sistema operacional, do qual já foi mostrada uma prévia na segunda-feira passada em Xangai (China), estará à venda a partir da próxima sexta-feira.

No mesmo dia, a Microsoft lança seu próprio tablet, o Surface, mas que, no entanto, não vai funcionar com o Windows 8, mas com Windows RT, um sistema operacional menos compatível com as versões anteriores do Windows.

O tablet apresenta várias novidades frente a seus concorrentes, como portas USB, um teclado integrado para produzir conteúdos instantaneamente e uma base para que possa se colocado sobre superfícies.

Este lançamento foi precedido por comentários de alguns usuários que obtiveram versões de teste do sistema. Alguns manifestaram sua surpresa com a mudança total do Windows 8, que não inclui mais o tradicional botão “Iniciar”, o que vai requerer um período de adaptação para os usuários.