Microsoft fecha ano fiscal com alta de lucro de 0,96%

Entre 1º de julho de 2013 e 30 de junho de 2014, a empresa teve uma receita de US$ 86,833 bilhões, valor 11,5% maior do que nos 12 meses anteriores

A Microsoft fechou seu ano fiscal de 2014 com um aumento de seu lucro líquido de 0,96%, de US$ 22,074 bilhões, informou nesta terça-feira a companhia, que teve uma queda em seu lucro entre entre abril e junho de 7,1%, de US$ 4,612 bilhões.

Entre 1º de julho de 2013 e 30 de junho de 2014, a empresa teve uma receita de US$ 86,833 bilhões, valor 11,5% maior do que nos 12 meses anteriores.

A alta foi inclusive superior a do último trimestre, quando a Microsoft arrecadou US$ 23,382 bilhões, 17,5% a mais do que no mesmo período de um ano antes.

“Estamos gerando crescimento com decisões disciplinadas, inovação e execução conscienciosa”, disse o executivo-chefe da empresa, Satya Nadella, em um comunicado. Nadella disse estar “orgulhoso” pelo fato do “agressivo” giro em direção à nuvem da Microsoft estar “dando resultados”.

“Nossa receita comercial na nuvem dobrou de novo neste ano, até os US$ 4,4 bilhões”, explicou o executivo. Os resultados foram recebidos com otimismo pelas bolsas de valores, onde as ações da empresa subiram mais de meio ponto nas negociações realizadas após o fechamento de Wall Street.