Microsoft estaria discutindo incorporar Windows nos HTC

Companhia está discutindo a incorporação do seu sistema operativo nos smartphones da HTC que usam Android

Seatle/Taipei/San Francisco – A Microsoft Corp. está discutindo com a HTC Corp. a incorporação do seu sistema operativo Windows nos smartphones da HTC, que usam Android, quase sem custo, segundo fontes do setor, o que evidência as dificuldades por que passa a fabricante de software para ganhar território no mercado de celulares.

Terry Myerson, diretor da unidade de sistemas operativos da Microsoft, solicitou no mês passado à HTC que carregasse Windows Phone como segunda opção nos aparelhos com o software rival da Google Inc., afirmaram as fontes, que solicitaram o anonimato pelo caráter privado das reuniões.

Sua disposição em acrescentar o Windows como segundo sistema operativo ressalta até onde a Microsoft pode chegar para que os fabricantes incorporem seu software. A HTC, primeira companhia a fazer telefones com Windows e Android, não apresentou dispositivos com o Windows desde junho e atualmente não possui planos para mais lançamento, disse uma das fontes. A Microsoft, que controla 3,7 por cento do mercado, está considerando necessário fazer concessões depois de fazer acordo para a aquisição da unidade de celulares da Nokia Oyj, que concorre com outros fabricantes de smartphones.

Myerson estava planejando visitar a Ásia neste mês e reunir-se com executivos da HTC, sediada em Taoyuan, Taiwan, para discutir a proposta, informou uma das fontes.

Impulsionando o Windows

A Microsoft, sediada em Redmond, Washington, está tentando recrutar parceiros. O presidente Steve Ballmer e outros executivos reuniram-se com fabricantes de celulares na semana passada, durante uma viagem a Pequim, informou uma fonte com conhecimento da viagem. Eles enfatizaram que a Microsoft deseja continuar trabalhando com outros parceiros além da Nokia e que espera poder assinar acordos com alguns fabricantes de telefones que anteriormente se focaram no Android, disse a fonte.

Os detalhes técnicos ainda não foram discutidos. Não estava claro se um telefone da HTC utilizará Windows e Android ao mesmo tempo ou se permitirá que os usuários escolham um sistema padrão.


Tony Imperati, porta-voz da Microsoft, não quis realizar comentários. A HTC não respondeu a uma solicitude de comentários.

A aquisição do negócio de celulares da Nokia pela Microsoft por US$ 7,2 bilhões forma parte do esforço para garantir a disponibilidade de telefones com seu software e ajudar a incentivar a demanda dos dispositivos.

A Microsoft cobra um taxa de licenciamento aos fabricantes de celulares por cada Windows Phone vendido, além de possuir acordos de cobrança de royalties nos dispositivos que usam Android como parte de acordos por patentes. Diferentemente, os fabricantes dos dispositivos com Android não pagam o Google. Em vez disso, concordam em pré-instalar os serviços da companhia sediada em Mountain View, Califórnia, como buscas e mapas, nos telefones com Android.

Participação no mercado

O Windows obteve uma participação de 3,7 por cento no mercado de sistemas operativos para smartphones no segundo trimestre, conforme a empresa de pesquisas IDC. O Android dominou o mercado com 79 por cento. O segundo colocado foi o iOS, da Apple Inc., com 13 por cento.

A HTC, antigamente a maior vendedora de smartphones nos EUA, tem registrado um declínio nas suas vendas globais e participação no mercado devido a passos em falso com os produtos e o marketing, que permitiram o avanço da Samsung Electronics Co., da LG Electronics Inc. e da ZTE Corp.

Hoje, a HTC registrou uma perda líquida de 2,97 bilhões de dólares taiwaneses (US$ 101 milhões) no terceiro trimestre, a primeira perda consolidada da companhia desde pelo menos 2008, segundo dados compilados pela Bloomberg. Seu principal modelo, o One, não conseguiu deter uma queda nas vendas em meio a demoras nos produtos e mudanças de estratégia.

A Samsung foi a principal vendedora de telefones com Android no segundo trimestre e a HTC foi a oitava colocada, conforme a IDC. No Windows Phone, a HTC ficou atrás da Nokia e a Samsung.