Microsoft deverá produzir Xbox na fábrica da Nokia em Manaus

O investimento total será de US$ 52,1 milhões e a nova linha de produção deverá gerar 364 empregos, de acordo com a Superintendência da Zona Franca de Manaus

Como parte do plano de reestruturação da Microsoft anunciado em julho, quando a companhia decidiu demitir 18 mil funcionários e fechar fábrica na Hungria, foi determinado que a planta da antiga Nokia em Manaus iria produzir, além de smartphones Lumia para o mercado local, outros equipamentos não especificados e operações de manutenção.

Na quinta-feira, 14, a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) acabou revelando um dos produtos: videogame.

Durante reunião ordinária do Conselho de Administração da Suframa (CAS), foi aprovado o projeto da Microsoft (com o nome Nokia do Brasil Tecnologia).

Assim, a empresa iniciará a produção do console Xbox (não foi determinado se seria o modelo 360 e/ou a nova geração, o Xbox One).

O investimento total será de US$ 52,1 milhões e a nova linha de produção deverá gerar 364 empregos, ainda de acordo com a Suframa.

Atualmente, os dois modelos atuais do console são produzidos pela OEM Flextronics, também no polo industrial de Manaus.

Ainda não há informações se esse contrato continuará válido, ou se a produção dos videogames na antiga fábrica da Nokia será destinada somente ao mercado doméstico ou também para exportação.

Procurada por este noticiário, a assessoria da Microsoft afirmou que a empresa não tem “mais detalhes para compartilhar sobre esse tema”.