Microsoft corrige falha de segurança no IE para Windows XP

Estimativas sugerem que quase 10% dos computadores pessoais no mundo ainda rodem o Windows XP

A Microsoft divulgou uma correção para uma vulnerabilidade no Internet Explorer para todas as versões do Windows, incluindo o Windows XP que teve seu suporte encerrado pela empresa no último dia 8 de abril.

Na última semana, a própria Microsoft divulgou ter encontrado uma falha grave de segurança nas versões de 6 a 11 do Internet Explorer, que poderia permitir a crackers o acesso remoto ao computador da vítima.

A vulnerabilidade ganhou destaque também por ter sido identificada em uma data próxima ao fim do suporte do Windows XP.

Mas, para contornar esse problema, a Microsoft decidiu liberar uma última correção de segurança para a plataforma.

“Mesmo o Windows XP não recebendo mais o suporte da Microsoft, nós decidimos providenciar uma atualização para todas as versões do sistema, incluindo a embedded. Nós tomamos essa decisão extraordinária com base na proximidade do fim do suporte ao Windows XP”, disse a Microsoft em comunicado no blog oficial.

Segundo a Microsoft, houve uma parcela muito pequena de ataques baseados nesta vulnerabilidade e o problema não foi alarmante.

Mas a empresa afirma que isto não significa que os usuários devam pensar em não se preocupar em migrar do Windows XP para um sistema operacional mais recente e para as novas versões do Internet Explorer.

“A realidade é que as ameaças que enfrentamos hoje, de um ponto de vista de segurança, já ultrapassaram as possibilidades de proteção aos nossos usuários que ainda utilizam um sistema operacional com mais de 10 anos”, afirmou a Microsoft.

Estimativas sugerem que quase 10% dos computadores pessoais no mundo ainda rodem o Windows XP.

E, embora os usuários ainda possam optar por continuar usando o sistema, a Microsoft ressalta que o mesmo estará cada vez mais vulnerável a ataques de segurança a partir de agora.