Microsoft aposta em aplicativos e integração para viabilizar Windows Phone

Segmento de sistema operacionais para dispositivos móveis é atualmente dominado pelo Android, do Google, e o iOS da Apple

São Paulo – A Microsoft parece ter encontrado o caminho adequado para tornar o Windows Phone um rival capaz de disputar as primeiras posições em marketshare no mercado de sistemas operacionais (OS) para dispositivos móveis.

Durante lançamento no mercado brasileiro do primeiro smartphone com o OS Windows Phone 7.5, a empresa anunciou que pretende fomentar a produção de aplicativos, mas pretende selecioná-los antes de adotá-los em sua loja virtual, uma maneira de evitar a infecção dos aparelhos por vírus.

“A mobilidade é um dos pilares da Microsoft, mas queremos garantir qualidade, e não apenas volume de aplicativos”, diz a diretora de canais de consumo da empresa no Brasil, Cristina Palmaka.

O segmento de OS para dispositivos móveis é, atualmente, dominado pelo Android, do Google, e o iOS da Apple. Entretanto, o fato de a Microsoft fomentar o aumento na quantidade de desenvolvedores, especialmente no País, pode dar fôlego ao Windows Phone 7.5 na disputa com iOS e Android.

Uma das maneiras encontradas pela empresa para incentivar esse mercado é uma parceria firmada com o Instituto Eldorado, que desenvolve pesquisas no interior de São Paulo.


Outra iniciativa da companhia é o Microsoft Inovation Center. Segundo Cristina Palmaka, dos 17 centros desse programa instalados no Brasil, ao menos 12 estão aptos a produzir aplicativos para mobilidade.

“Com investimentos nessa área já temos mais de 30 mil apps disponíveis, mas queremos crescer mais fazendo aplicações que possamos disponibilizar para todo o mundo”, comenta.

Lançamento

Nesta quinta-feira, 20, a HTC anunciou a chegada do aparelho Ultimate, smartphone que usa o sistema operacional Windows Phone 7.5. O device tem tela de 4,7 polegadas, processador de 1,5 GHz, memória de 512 MB e espaço interno de 16 GB.

De acordo com a fabricante, o aparelho está disponível nas lojas da operadora Vivo, que pretende lançar uma oferta na qual o HTC Ultimate será vendido em 10 vezes de R$ 114,90 no plano de 100 minutos de conversação e 50 MB de Internet.

Quem preferir comprá-lo fora deste plano pagará R$ 1.799.