Marcos Pontes será Ministro de Ciência e Tecnologia de Bolsonaro

Astronauta brasileiro já era mencionado por Bolsonaro como seu futuro ministro. Agora, ele aceitou o cargo publicamente com vídeo no Facebook

São Paulo – O astronauta brasileiro Marcos Pontes aceitou o convite para ser o Ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações do governo de Jair Bolsonaro.

O nome de Pontes já era mencionado por Bolsonaro durante sua campanha eleitoral, mas, agora, ele efetivamente aceitou o cargo.

“Muitas coisas a fazer, como sempre digo, educação para formar cidadãos qualificados, ciência para desenvolver ideias e soluções específicas para o Brasil, tecnologia para transformar essas ideias em inovações que vão se transformar em novos produtos, que vão se transformar em novas empresas, que vão criar novos empregos. Esse é o ciclo virtuoso que a gente quer criar no Brasil e nós vamos criá-lo”, disse Pontes, em vídeo no seu perfil no Facebook.

Um dos feitos de sua carreira como astronauta foi ter plantado um feijão no espaço para avaliar a germinação em relação à que temos na Terra. O experimento teve custo estimado de 10 milhões de dólares e também envolveu outros testes em microgravidade. Com isso, o tenente-coronel da reserva da FAB foi o primeiro brasileiro a ir ao espaço. Sua formação inclui bacharelado em tecnologia aeronáutica da Academia da Força Aérea, engenharia aeronáutica no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), bacharelado em administração pública e mestrado em engenharia de sistemas pela Naval Postgraduate School, na Califórnia.

A indicação de Pontes foi confirmada pelo presidente eleito Jair Bolsonaro, em seu perfil no Twitter.

A partir de 2019, Pontes assumirá a pasta, que, entre outros desafios, lidará com a regulação do 5G e a homologação dos smartphones comprados por brasileiros no exterior via internet.

Veja o vídeo em que o novo ministro aceita o cargo.