Marco Civil da Internet é bem-recebido nas redes sociais

Levantamento realizado pela Burson-Marsteller apontou que cerca de 70% das menções ao Marco Civil da Internet tinham conteúdo favorável à nova lei

São Paulo – Quase 70% dos internautas apoiaram a aprovação do Marco Civil da Internet. É o que aponta uma pesquisa publicada hoje pela empresa de comunicações Burson-Marsteller.

Um levantamento da companhia analisou cerca de 12 mil posts sobre o tema publicados em redes sociais, blogs e imprensa online entre os dias 17 e 18 de abril. De acordo com a pesquisa, 69% deles apoiavam o texto.

http://cf.datawrapper.de/xRfJG/1/

“O resultado do estudo aponta para uma importante mobilização em torno da aprovação do marco civil que afeta diretamente setores como tecnologia, telecomunicações e comunicação”, afirmou em nota Francisco Carvalho, presidente da Burson-Marsteller Brasil em nota divulgada à imprensa.

Dados

O Twitter é fonte de 92% das menções analisadas.  A Burson-Marsteller estima que, por meio da plataforma, mais de 25 milhões de pessoas tenham entrado em contato com o tema. No site, a aprovação ao Marco Civil chegou a 77%.

http://cf.datawrapper.de/HCyPN/1/

Já no Facebook e no YouTube, a nova legislação não foi tão bem recebida. No último site, apenas 5% do conteúdo analisado era a favor da nova lei.

http://cf.datawrapper.de/6ewUH/1/


Porém, os dois sites juntos representaram cerca de 6% das menções analisadas na pesquisa. No Facebook, 71% das menções analisadas eram contra o Marco Civil.

http://cf.datawrapper.de/obPf8/1/

Marco Civil

Votado pela Câmara dos Deputados no último dia 25, o Marco Civil da Internet foi aprovado ontem pelo Senado Federal. O texto reúne princípios que devem reger o funcionamento da internet no país nos próximos anos.

Um exemplo é a neutralidade da rede, que determina que as operadoras de telecomunicação devem entregar dados de forma igual – independente do conteúdo que eles transmitam.

Outra resolução da lei define que provedores que prestam serviço no Brasil ficam submetidos às leis do país, ainda que os dados que eles utilizem estejam armazenados no exterior.

O Marco Civil da Internet deve ser apresentado hoje pela presidente Dilma Roussef no NETmundial. O encontro acontece em São Paulo e reúne 80 países com o objetivo de elaborar princípios de governança e um roteiro para a evolução da internet.