Lenovo revela concorrente do Google Glass

O aparelho será vendido para desenvolvedores por R$ 2.900

A Lenovo revelou nesta semana um concorrente para óculos inteligentes Google Glass na China. A empresa, que é maior fabricante de PCs do mundo, apresentou um protótipo com suporte para comandos de voz em chinês, navegação por GPS e uma câmera para compartilhar fotografias nas redes sociais.

O M100 tem uma tela, localizada no canto superior direito, que exibe as imagens do pequeno computador na haste dos óculos. Assim como o Glass, é preciso parear o aparelho a um smartphone por meio de conexão Bluetooth 4.0 para ter acesso à internet ou então usar uma rede Wi-Fi. O dispositivo tem processador de dois núcleos com velocidade máxima de 1GHz e sistema Android 4.0.4.

Mais detalhes do produto só devem ser revelados em setembro deste ano, quando as vendas para desenvolvedores serão iniciadas por 8 mil yuans (2.900 reais), de acordo com um comunicado oficial.

O aparelho surgiu após uma parceria da Lenovo com a Vuzix Corporation, uma empresa americana que fabrica dispositivos pessoais e software para realidade aumentada, jogos 3D e equipamentos táticos militares.

A Lenovo busca se aliar a outras companhias para expandir sua participação em segmentos diferentes. Na visão da empresa, criar produtos para a tendência da Internet das Coisas não é uma missão que pode ser realizada por apenas uma companhia.